Início FILMES Artigo 10 momentos que quase nos fizeram sair do cinema

10 momentos que quase nos fizeram sair do cinema

106
0

Alguns filmes são incríveis e beiram a perfeição, bem como os que beiram a vergonha alheia, mas em quase todos existe um ou outro momento em que a liberdade criativa, o roteiro conveniente ou até mesmo a queda das leis da física fazem com que o nosso cérebro bloqueie a aceitação da ficção e nos faz pensar: “Ah não, aí tá de sacanagem comigo!“.

Tony Stark Rolling Eyes GIF - TonyStark RollingEyes RDJ - Descubre ...

Pensando nesses momentos divertidíssimos / ridículos / vergonha alheia, a equipe do Feededigno separou algumas cenas que proporcionaram verdadeiras indignações dentro do cinema ou até mesmo durante a reprise dos nossos filmes favoritos.

O que era para ser apenas 10 momentos, tornou-se quase “1.000 momentos”, mas consegui manter o controle da equipe e abaixo listo os 10 mais! Confira:

A SAGA CREPÚSCULO: AMANHECER – PARTE 2 (2012)

A cena do plot twist de Amanhecer – Parte 2 quando é revelado que toda a batalha épica entre os Volturi e os Cullen, com seus aliados – vampiros e lobisomens – foi, na verdade, uma visão de Alice (Ashley Greene) provavelmente é a maior pegadinha do cinema.

Eu aposto que igual ao Edvaldo Sales, você também ficou com aquela cara de: “Alguém me explica que zoeira foi essa?” 😂

DE VOLTA AO JOGO (2014)

Concordo com muitos que De Volta ao Jogo é um filme incrível, tanto que estabeleceu a franquia de sucesso de John Wich, porém seja neste primeiro filme de Keanu Reeves como nos subsequentes, todas as cenas de tiroteio são uma divertida brincadeira de “o filme poderia acabar aí”.

Em De Volta ao Jogo temos muitos momentos em que o filme poderia ter sido concluído, mas quando o protagonista estava preso a uma cadeira, amordaçado e com um capanga prestes a matá-lo… sabíamos que ele se soltaria e mataria o sujeito. Mas como é clichê. Meu Deus!

Esse tipo de cena em que o protagonista se liberta milagrosamente de uma situação quase fatal deveria ser um crime contra o espectador. E se tiver discurso do vilão então… dói na alma cinéfila.

PUBLICAÇÃO RELACIONADA | TBT #4 – De Volta Ao Jogo (2014, Chad Stahelski, David Leitch)



VIOLÊNCIA GRATUITA (2007)

Para o Stênio Souza o remake de Violência Gratuita, estrelado por Naomi Watts e Tim Roth é um excelente filme, bom, pelo menos até um certo momento.

No longa de Michael Haneke, uma família que passa as férias em uma casa a beira de um lago é surpreendida por dois jovens psicopatas. Eles mantêm a mulher, o marido e o filho como reféns, submetendo-os a um jogo de perversão, violência e humilhações.

O suspense junto com a frieza doentia dos assassinos Paul (Michael Pitt) e Peter (Brady Corbet) prende o espectador de forma que cada momento de tensão seja sentida quase que fisicamente, tamanha é a imersão, bom… pelo menos até que um dos assassinos é morto por Ann (Naomi Watts) e o assassino que sobrevive simplesmente pega o controle remoto da TV e volta o filme e trás o seu parceiro a vida.

Sem dúvidas foi um dos maiores “baldes de água fria” do cinema! e daí em diante você nunca mais assistirá Violência Gratuita com os mesmos olhos.

FÚRIA DE TITÃS (2010)

O remake do incrível filme de 1981 não é tão maravilhoso quanto o original e por incrível que pareça ainda teve uma continuação.

O filme, na opinião do Ben-Hur Silva – e todo e qualquer fã de RPG -, faz a gente se contorcer com a cena em que Perseu (Sam Worthington), encontra a espada mais poderosa de todos os tempos, um pégasus e mais uns itens raros.

Ok, o cara é um semi-Deus filho de Zeus, mas para um guerreiro Lv-1, encontrar um lootupar para Lv-99 é uma “puta roubalheira” até mesmo para filmes.



GUARDIÕES DA GALÁXIA (2014)

Em 2014, o Universo Cinematográfico Marvel já estava se formando com a Fase 1, já tínhamos três filmes do Homem de Ferro, dois do Thor e eis que a Marvel Studios decide fazer um filme com uma equipe não tão conhecida do público em geral.

Guardiões da Galáxia foi um enorme sucesso, surpreendendo muitos críticos e o público ao apresentar personagens mais divertidos, referências aos anos 80 e claro, o querido Groot (Vin Diesel).

Mas… para o Alysson Mainieri, a forma como essa nova equipe derrota Ronan, o Acusador (Lee Pace) é apenas uma cópia mal feita de Chaves e apesar da cena não conter humor é ridícula demais. 😂

O PODEROSO CHEFÃO

10 momentos que quase nos fizeram sair do cinema

Talvez o momento mais emblemático do clássico O Poderoso Chefão é aquele em que Jack Woltz interpretado pelo ator John Marley acorda coberto de sangue e ao lado da cabeça de um cavalo.

Durante a gravação da cena, Marley estava com a impressão de que a cabeça era cenográfica, mas por decisão de Francis Ford Coppola uma cabeça de cavalo de verdade foi utilizada, o que na época desagradou muitos ativistas de direitos dos animais.

Para a Stephanie Espindola toda a trilogia de O Poderoso Chefão é um clássico inegável, mas cá pra nós… Que sono é esse?

Como o Jack Woltz está dormindo numa boa e acorda com uma cabeça de cavalo ensanguentada na cama sem sentir nada a noite inteira? E ele nem estava dopado de remédios contra insônia!



O PROCURADO (2008)

O filme do diretor Timur Bekmambetov baseado nos quadrinhos de Mark Millar não é ruim e fez uma boa bilheteria mundial, além de contar com um elenco de peso, com: James McAvoyAngelina JolieMorgan Freeman.

Em O Procurado conhecemos Wesley Gibson (James McAvoy) que tem 25 anos e detesta sua vida. Ele segue o caminho de seu pai e entra para a Fraternidade, uma liga de assassinos treinados para executar as ordens do destino, cujo lema é “matar um, salvar mil”.

Logo ele se torna o preferido da Fraternidade, o que faz com que se sinta bem consigo mesmo. Porém a situação muda quando ele percebe que seus parceiros não têm interesses tão nobres quanto aparentavam.

Quem já assistiu, sabe que o filme é um bom entretenimento e quem ainda não assistiu, pela sinopse oficial pode achar interessante. Mas cá pra nós, o que estraga a experiência e o tal “tiro de trivela”. Mano, WTF?!

Para o Bruno Sepulveda o momento mais nonsense é quando Fox (Angelina Jolie) em uma sala redonda minúscula, dá um tiro onde a bala faz uma volta em 360º e matando os integrantes da Fraternidade e por fim, ela mesma. De todo o longa, essa cena – sem sombra de dúvidas – é a mais difícil de aceitar.

VENOM

Venom 2: Tom Hardy confirmado na continuação

Depois de Esquadrão Suicida, talvez Venom seja o filme que mais dividiu a crítica e público. Eu particularmente até dormi no meio do filme do simbionte.

Já a Sammylle Matheus adorou o filme, o que não o isenta de momentos “vergonha alheia”.

Venom sempre foi um vilão/anti-herói badass e no filme estrelado por Tom Hardy, essa personalidade do alienígena até é bem apresentada, mas… Vamos combinar que o nosso querido simbionte gosmento está com um jeitão meio Deadpool em algumas cenas.

Em especial a cena em que Eddie Brock não quer saltar do elevador e o Venom grita para seu hospedeiro: “CAGÃO!“. (Umas piadas que a gente pensa: “hã?“)



VELOZES & FURIOSOS 6

Para o Marlon Laurencio, a cena mais “WTF?” é em Velozes e Furiosos 6, quando Letty (Michelle Rodriguez) é arremessada de uma rodovia para outra quando o tanque de guerra que ele estava se apoiando sofre uma batida.

Para salvar seu amor, Dominic Toretto (Vin Diesel) bate o carro de maneira intencional, se arremessando para a mesma rodovia e capturando Letty no ar, caindo do outro lado da rodovia de maneira segura.

Não preciso nem dizer o quanto isso não faz sentido, não é mesmo?

VINGADORES: ULTIMATO

Vingadores: Ultimato | Os Heróis Mais Poderosos da Terra em novos pôsteres

Eu sou muito fã da Marvel, e apesar de Vingadores: Ultimato não ter sido o melhor filme do UCM, ele tem muitos momentos épicos e é triste dizer, mas também tem quase a mesma quantidade de momentos “tá de sacanagem?“.

PUBLICAÇÃO RELACIONADA | Martelada #9 – Vingadores: Ultimato – O maior encontro de todos

Eu poderia fazer uma lista desses momentos só com Ultimato, mas como aqui cada colaborador só poderia citar um momento, o Matheus Inacio lembrou de quando os Vingadores restantes retornam para o passado para recuperar as Joias do Infinito.

Em um dos grupos, a Nebulosa (Karen Gillian) do presente é capturada e levada até o Thanos do passado… Mas a pergunta que muita gente provavelmente se fez foi: “Por que diabos essa louca não ativou o mecanismo para voltar ao presente?“.

Lógico, isso obviamente mudaria toda narrativa criada pelos Irmãos Russo para o filme; mas como dizia Joel Santana: “Tá de brincation with me?.



E pra você, quais cenas de filmes que mais te fizeram levantar e pensar: “Melhor eu ir tomar um ar antes que eu xingue alguém.“.

Comente abaixo e compartilhe também com seus amigos!

Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.