Início FILMES Artigo Noites Sombrias #37 | Os filmes de terror mais marcantes do Feededigno

Noites Sombrias #37 | Os filmes de terror mais marcantes do Feededigno

Filmes de terror sempre chocaram e marcaram as pessoas de formas bastante únicas. Aqui no Feededigno não é diferente e fizemos uma enquete interna para saber os filmes de terror que mais marcaram nossa equipe. Confira nossa lista de Halloween sobre o tema:

ALYSSON MAINIERI (HEREDITÁRIO)

O Alysson Mainieiri não sabe brincar e de cara já colocou na lista um dos filmes mais marcantes do século 21, trazendo o excelente Ari Aster para o gênero de filmes de terror.

Hereditário conta a história de uma família que sofre uma perda terrível, mas que tem muitos males piores para resolver.

Com uma atuação de perder a cabeça de Toni Collette, o longa é um dos mais apavorantes dos últimos anos, pois mostra uma trama sobrenatural bastante marcante. Aster consegue criar um thriller psicológico que mistura elementos fantásticos com a realidade do luto, mas que ainda consegue assustar, e muito, com uma trama sombria e cheia de reviravoltas mirabolantes. Assista se tiver coragem!

BEN-HUR SILVA (O GRITO)

O filme votado por mim, Ben-Hur Silva, é um longa japonês que deu o que falar em sua estreia em 2003.

Uma cuidadora de idosos americana deve tratar de uma senhora completamente senil, mas que na verdade é atormentada por espíritos zombeteiros em sua casa no Japão. Agora ela deve lidar com eles e sobreviver a essa ameaça.

O Grito é o tipo de obra que me dá um frio na espinha só de lembrar. Com uma trama bastante perturbadora, o filme hoje não é grande coisa, todavia, vale por conta de alguns sustos e uma trama um pouco diferente do que estamos habituados.

BRUNO SEPÚLVEDA (POLTERGEIST)

O Bruno Sepúlveda escolheu um clássico para nossa lista: Poltergeist, um dos longas mais amados e que teve vários acontecimentos macabros em seus bastidores.

Na trama, Carol (Heather O’Rourke) é uma menina que se comunica com espíritos malignos que estão atormentando sua família na nova casa adquirida por eles.

Nos bastidores, algumas mortes ocorreram de forma brutal, como foi o caso da atriz Dominique Dunne que foi estrangulada pelo namorado no ano de lançamento do filme. Heather O’Rourke também morreu com uma doença intestinal na época de Poltergeist 3, além de um terremoto que quase destruiu o set nas filmagens do primeiro longa, em 1982. Haja reza e crucifixos para salvar essas pessoas!

DIEGO RODRIGUEZ (1408)

O Diego Rodriguez votou em um filme que tem uma estética visual bastante interessante, além de vários momentos horripilantes.

1408 conta a história de escritor de livros de horror, mas que está cético por nunca conseguir ter uma experiência fantasmagórica. Entretanto, as coisas mudam quando ele visita um hotel e seu quarto é cheio de histórias maquiavélicas.

Baseado em uma obra de Stephen King, 1408 é um thriller psicológico que tem boas atuações e uma trama de tirar o fôlego. Apresentando traumas e situações assustadoras, o longa é um prato cheio aos amantes de tudo que o Stephão faz. E esse é só o primeiro filme dele na lista…

GUTO SOUZA (A HORA DO PESADELO)

Guto Souza ou Luiz Augusto, ou Luixxxxxx Auguxxxxto, escolheu um clássico dos slashers, mas não de forma física. Freddy Krueguer ataca as pessoas em seus sonhos, o que é muito pior.

Na trama, um assassino foi morto pela população local e agora busca vingança indo atrás dos filhos dessas pessoas. Seus poderes fazem com que ele ataque todos enquanto estão vulneráveis: no seu sono.

Wes Craven trouxe um terror que vai muito além do que os outros filmes do gênero faziam. Além disso, a atuação maravilhosa de Robert Englund eternizou Freddy como um dos maiores símbolos da cultura pop.

JÚLIA BARTH (ATIVIDADE PARANORMAL: NOITE EM TÓQUIO)

A Júlia Barth mostrou para mim o quanto estou velho, visto que Atividade Paranormal: Noite em Tóquio é um dos filmes mais recentes dessa lista e marcou o início da adolescência dela.

Na trama, Haruka Yamano (Noriko Aoyama) é uma jovem japonesa que fez uma viagem aos Estados Unidos, mas não voltou muito bem de lá. Seu irmão Koichi (Aoi Nakamura) tem a missão de cuidar dela, mas acontecimentos fantasmagóricos começam a rolar na casa.

Atividade Paranormal: Noite em Tóquio é a continuação do primeiro longa que fez muito sucesso, com baixíssimo investimento e um excelente retorno financeiro. A obra não é das melhores, mas o intuito aqui é filmes que nos marcaram e, com certeza, esse longa deve ter deixado muita gente sem dormir por um tempo.

MATHEUS INÁCIO (NÓS)

O nosso padawan Matheus Inácio trouxe uma história bastante recente do fenômeno Jordan Peele e que eu particularmente tenho um apreço por ser meu primeiro texto do site.

Nós conta a história de uma família afroamericana de classe média alta dos Estados Unidos que sai de férias por uns dias, mas que começa a ser atormentada por suas cópias malignas.

Nós é um estudo socioeconômico brutal de como os Estados Unidos funciona, por meio de um racismo velado e uma estrutura que faz com que o capitalismo predatório prevaleça, impondo privilégios para uns e miséria para muitos outros. Além disso, o horror está muito presente, sendo uma excelente opção do novo gênero de terror social.

NACIR SANTOS (O SEXTO SENTIDO)

Será que a Nancir Santos vê gente morta? Pois o menino do Sexto Sentido vê…

Na trama, Cole (Haley Joel Osment) é um menino diferente dos demais, uma vez que consegue se comunicar com os mortos. Agora, o Dr. Malcolm (Bruce Willis) deve tentar ajudar o garoto com sua condição assustadora e peculiar.

M. Night Shyamalan é um diretor que é amado por uns e odiado por tantos outros. O cara tem muitos filmes de qualidade duvidosa, mas O Sexto Sentido é uma obra-prima do terror, trazendo uma trama pesada que nos deixa de cabelos em pé. Ponto para ele!!!!

RAYSSA MARQUES (IT: A COISA)

it a coisa

Rayssa Marques vai no âmago de quem tem muito medo de palhaços.

Em It: A Coisa, um palhaço chamado Pennywise (Bill Skarsgard) toca o terror em uma pacata cidade dos Estados Unidos, visto que se alimenta das crianças do local de décadas em décadas. Bill (Jaeden Martell) e sua turma agora tem o dever de acabar de uma vez por todas com o palhaço assassino.

It é um dos maiores clássicos de Stephen King e sem dúvidas assusta até hoje de crianças a marmanjos. Os longas, tanto de 1990, quanto de 2017 foi um sucesso e até hoje está na nossa memória como uma das obras mais divertidas do gênero.

SAMMYLLE MATHEUS (O ILUMINADO)

A Sammylle Matheus escolheu um dos maiores clássicos filmes de terror de todos os tempos e que é a obra mais reconhecida de Stephão Rei. 

O Iluminado conta a história de Jack (Jack Nicholson), Wendy (Shelley Duvall) e Dany Torrance (Dany Lloyd), uma família que vai para um hotel isolado para cuidar dele. Todavia, as coisas começam a ficar estranhas, inclusive mudando o comportamento do patriarca da família que começa a ter desejos sombrios.

O Iluminado é um filme que é um sucesso estrondoso e é considerado um dos maiores longas de todos os tempos. Por mais que Stephen King tenha sido contra tudo que foi feito por Stanley Kubrick, ele não pode negar que se trata de um filmaço e que tudo nele é praticamente perfeito.

STÊNIO SOUZA (O EXORCISTA)

O Exorcista

O Stênio Souza escolheu um clássico que apavorou geral nos anos 70. 

O Exorcista conta a história de Regan MacNeal (Linda Blair), uma criança que é possuída por um demônio e agora está com a vida nas mãos de dois padres que tentam salvá-la.

A obra é lendária e até hoje é um ícone do terror, sendo homenageada em diversos momentos. As atuações, principalmente corporais do elenco, são assustadoramente incríveis e arrepiam os cabelos de muitos até hoje.

STEPHANIE ESPÍNDOLA (HALLOWEEN: A NOITE DE TERROR)

Por fim, mas não menos importante, a Stephanie Espíndola colocou nessa lista um dos slashers mais importantes da história.

Halloween: A Noite de Terror conta a história de Michael Myers, um garoto que mata a própria irmã e que muitos anos depois volta para uma cidade interiorana para fazer várias vítimas.

John Carpenter foi o responsável pela obra  que é uma das mais espetaculares e que é responsável por várias questões técnicas do terror. Com uma trilha sonora memorável, uma boa atuação de Jamie Lee Curtis e várias sequencias dispensáveis, Halloween é hoje ainda um dos grandes filmes do cinema de terror.

E para vocês? Quais filmes gostariam de ver na lista? Comentem!

Inscreva-se no YouTube do Feededigno

Assista às nossas análises de filmes, séries, games e livros em nosso canal no YouTubeClique aqui e inscreva-se para acompanhar todas as semanas nossos conteúdos também por lá!

Artigo anteriorGavião Negro: Conheça Carter Hall e as versões do herói da DC Comics
Próximo artigoCRÍTICA – Eternos (2021, Chloé Zhao)
Relações-públicas, gremista, nerd, escorpiano e palestrinha. Parece futebolista, pois só vive descendo a lenha. DC é melhor que Marvel, todavia, amamos as duas.