Início QUADRINHOS Crítica CRÍTICA | Imperdoável: No Limiar da Destruição – Vol. 3 (2019, Devir)

CRÍTICA | Imperdoável: No Limiar da Destruição – Vol. 3 (2019, Devir)

48
0
CRÍTICA | Imperdoável: No Limiar da Destruição - Vol. 3 (2019, Devir)

Em Imperdoável: No Limiar da Destruição – Vol. 3, acompanhamos a história após a superequipe Paradigma tentar conter o insano Plutoniano. Mesmo com ajuda de um antigo inimigo, o grupo acaba falhando miseravelmente, deixando os integrantes extremamente abalados. Esse terceiro volume, publicado pela Editora Devir, reúne as edições #16 à #23

LEIA TAMBÉM:

CRÍTICA | Imperdoável: O Poder do Medo – Vol. 1 (2018, Devir)

CRÍTICA | Imperdoável: O Lugar Mais Seguro da Terra – Vol. 2 (2018, Devir)

ANÁLISE

Neste terceiro volume de Imperdoável temos o foco da trama em flashback do Vespa (Ex-integrante da superequipe), diante de sua desconfiança ao surto que aconteceria com Plutoniano e afetaria toda equipe e a humanidade.

Além do foco nesse personagem que é tão importante para compreender as decisões do Plutoniano, somos apresentados a mais um mistério envolvendo o passado desse algoz, o qual inclui poderosos seres alienígenas. Fique tranquilo, caro leitor, pois todos os mistérios que Mark Waid apresenta possuem uma solução, não restando pontas soltas.

Apesar de Waid mudar o ritmo da narrativo com relação às duas edições anteriores – que foram mais frenéticas -, o foco dessa trama está na construção dos personagens por meio de flashbacks, acontecimentos essenciais para o desenvolvimento da história principal. Contudo, essa mudança não torna a leitura cansativa, trazendo ápices extraordinários ao decorrer da trama.

Com relação a arte, nesta edição não temos mais os artistas Howard Chaykin, Emma Rios e Paul Azaceeta, apenas continuam os quadrinistas Perter Krauser e Diego Barreto. A qualidade do quadrinho não decai em nenhum momento, mantendo uma arte espetacular e de altíssima qualidade. Entretanto, também senti falta do trabalho dos outros artista, pois davam uma diversificada em cada capítulo – mas nada que venha a diminuir a qualidade da obra.

VEREDITO

Por fim, por mais que o ritmo da trama tenha mudado nesta edição, a alteração não faz com que a obra perca a qualidade de maneira alguma, mostrando a preocupação que Mark Waid tem em desenvolver uma ótima história de super-herói que vá além de lutas avassaladoras entre heróis e vilões de collant.

Nossa nota

CRÍTICA | Imperdoável: No Limiar da Destruição - Vol. 3 (2019, Devir)

Editora: Devir

Autor: Mark Waid

Página: 216

E você, já leu a HQ? Deixe sua opinião e nota!

Nota do publico
Obrigado pelo seu voto

Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.

Comentários