Início LIVROS Artigo House of the Dragon: Conheça Rhaenyra Targaryen

House of the Dragon: Conheça Rhaenyra Targaryen

House of the Dragon: Conheça Rhaenyra Targaryen

A Princesa Rhaenyra Targaryen foi a filha primogênita do Rei Viserys I Targaryen e era a única filha viva do Rei Viserys I com sua primeira esposa, a Rainha Aemma da Casa Arryn. Aos oito anos, ela foi feita herdeira de seu pai e cresceu esperando se tornar a primeira rainha governante de Westeros. 

Rhaenyra era uma cavaleira de dragão e sua dragoa era Syrax.

Sua reivindicação ao Trono de Ferro foi desafiada por seu meio-irmão mais novo, Aegon II Targaryen, desencadeando a guerra civil conhecida como a Dança dos Dragões. 

Ao longo dos anos, após a Dança dos Dragões, dois dos filhos de Rhaenyra Targaryen se tornaram reis em Westeros: Aegon III e Viserys II.

PUBLICAÇÃO RELACIONADA | Conheça a linha de sucessão Targaryen

RELACIONAMENTOS

Aos quinze anos, Rhaenyra já havia sido cortejada por muitos senhores e nobres que buscavam sua mão e seu favor. Os filhos dos Lordes Blackwood e Bracken duelaram pela Princesa de Pedra do Dragão quando ela visitou o Tridente em 112 d.C. (Depois da Conquista), e o chamado Tolo Frey pediu sua mão em casamento. 

Os cavaleiros gêmeos Jason Tyland Lannister a cortejaram em Rochedo Casterly; e ela também foi cortejada pelos filhos dos Lordes OakheartTarlyTully TyrellSor Harwin Strong, filho de Lorde Lyonel Strong, também cortejou a princesa.

O Rei Viserys I Targaryen considerou casar sua filha com o Príncipe de Dorne para trazer Dorne para os Sete Reinos, enquanto a Rainha Alicent Hightower ponderou um casamento entre Rhaenyra e seu filho mais velho, Príncipe Aegon II Targaryen.

Em 114 d.C., aos dezessete anos, Rhaenyra Targaryen casou-se com Sor Laenor Velaryon, embora tenha sido necessária a ameaça de Viserys I de remover seu status de herdeira do Trono de Ferro para convencê-la a aceitar o casamento, já que Rhaenyra não sentia a necessidade de se casar com um homem com interesses como os de Laenor.

Rhaenyra e Laenor tiveram três filhos juntos: Príncipes JacaerysLucerys Joffrey Velaryon.

Após a morte de Laenor e da esposa de seu tio Daemon Targaryen, Rhaenyra, agora com vinte e três anos, e Daemon, com trinta e nove anos, casaram-se secretamente em Pedra do Dragão. 

A notícia de seu casamento causou um grande escândalo na corte de Porto Real e deixou o pai de Rhaenyra lívido. Demorou algum tempo até que Viserys I e Daemon se reconciliassem. 

Rhaenyra e Daemon tiveram dois filhos juntos: Príncipes Aegon III e Viserys II Targaryen.

FEITOS

Rhaenyra Targaryen assumiu a capital e ocupou o trono por cerca de meio ano. Ao tomar a cidade, Rhaenyra insistiu em reivindicar o assento de seu pai, então ela subiu ao Trono de Ferro e aceitou pedidos de perdão e lealdade daqueles que estavam na Fortaleza Vermelha durante toda a noite. 

Embora Rhaenyra estivesse vestida com uma armadura, Septão Eustace afirmou que os presentes testemunharam o trono deixando vários cortes em suas pernas e mão esquerda. O sangue pingando foi tomado como um sinal de que o trono a rejeitou; seus dias como governante seriam poucos.

Aqueles que viviam em Porto Real inicialmente deram as boas-vindas ao retorno de Rhaenyra Targaryen como governante, pois eles sempre tiveram pouco amor por Aegon II Targaryen e seu irmão Aemond

Rhaenyra uma vez no poder enviou cavaleiros inquisidores para perseguir aqueles que ajudaram Aegon II a escapar da capital, e as pontas de lanças dos portões começaram a ser preenchidas com mais e mais cabeças a cada dia; e embora o falecido Rei Viserys I Targaryen tivesse deixado os cofres do tesouro cheios de ouro após sua morte, o tesouro estava completamente vazio no momento em que Rhaenyra tomou a cidade, já que os Verdes haviam enviado três quartos do ouro para serem guardados em segurança e gasto o resto antes da queda de Porto Real. 

Rhaenyra Targaryen precisava desesperadamente de moedas, Lord Bartimos Celtigar, seu novo Mestre das Moedas, impôs novos impostos à população, que aumentavam dia a dia. Os plebeus lentamente começaram a se voltar contra ela e finalmente a chamaram de “Rei Maegor com tetas”. O termo “tetas de Maegor” se tornou uma maldição comum em Porto Real por mais de um século.

A DANÇA DOS DRAGÕES

Rhaenyra era a herdeira designada de seu pai, o Rei Viserys I Targaryen, que desejava que ela o sucedesse. A intenção de Viserys I foi confirmada por uma proclamação de seu testamento. Quando Viserys morreu em 129 d.C., no entanto, Sor Otto Hightower, a Mão do Rei, e Sor Criston Cole, Senhor Comandante da Guarda Real, desafiaram a vontade do rei e coroaram o filho da Rainha Alicent Hightower, Aegon II Targaryen, que era dez anos mais novo.

No momento da morte de seu pai, Rhaenyra estava em Pedra do Dragão esperando o nascimento de seu sexto filho. Os Verdes em Porto Real garantiram que a notícia da morte de Viserys I não chegasse até ela até que os apoiadores de Rhaenyra na Fortaleza Vermelha estivessem mortos ou presos e a coroação de Aegon II já tivesse ocorrido. 

Quando a notícia chegou a Rhaenyra, ela entrou em uma fúria negra e entrou em trabalho de parto prematuro, produzindo uma filha deformada, natimorta, Visenya. Rhaenyra Targaryen atribuiu essa tragédia aos inimigos que roubaram sua coroa. E então a filha do finado Rei Viserys I teve sua própria coroação arranjada às pressas. 

A chegada de Sor Steffon Darklyn da Guarda Real em Pedra do Dragão, acompanhado por alguns outros apoiadores, foi, portanto, celebrado, pois trouxeram com eles a coroa usada pelo Rei Jaehaerys I Targaryen e Viserys I. Rhaenyra foi coroada com a coroa de seu pai por seu marido e tio, o Príncipe Daemon Targaryen. 

Isso provocou a guerra civil Targaryen, conhecida como a Dança dos Dragões, em que os cavaleiros de dragão lutaram entre si. Durante a guerra, Rhaenyra montou sua dragoa, Syrax e seu marido, Daemon, montou Caraxes.

MORTE

Após o surgimento de um tumulto massivo em Porto Real, depois do suicídio de Helaena Targaryen, que era amada pelo povo; muitos começaram a dizer que ela havia sido morta por ordem de Rhaenyra. O fato de que essa história foi tão facilmente aceita, mostrou o quanto a cidade se voltou contra Rhaenyra Targaryen. Os distúrbios logo escalaram para o ataque ao Fosso dos Dragões e a morte de seu filho Joffrey Velaryon.

Depois disso, Rhaenyra fugiu de  Porto Real, após a morte de todos os seus outros filhos, ela se recusou a deixar Aegon III fora de sua vista; aterrorizada e desesperada, ela ficou grisalha e abatida enquanto fugia. 

Rhaenyra Targaryen foi forçada a vender sua coroa para comprar a passagem em um navio mercante saindo da capital. Assim que ela alcançou Pedra do Dragão, Rhaenyra foi traída por Sor Alfred Broome, cujos homens mataram o restante de sua Guarda Pessoal. 

Capturada, seu meio-irmão Aegon II deu Rhaenyra para ser devorada por seu dragão, Sunfyre. O Rei Aegon II Targaryen decretou que Rhaenyra Targaryen nunca foi uma rainha e que ela deveria ser referida apenas como princesa em todas as crônicas e registros de Westeros.

LEIA TAMBÉM:

House of the Dragon: Conheça os dragões Targaryen


House of the Dragonspin-off de Game of Thrones, chegará ao HBO Max em 2022 e Rhaenyra Targaryen será vivida pelas atrizes Milly Alcock como a jovem princesa Targaryen e Emma D’Arcy (Truth Seekers) em sua versão adulta.

Inscreva-se no YouTube do Feededigno

Assista às nossas análises de filmes, séries, games e livros em nosso canal no YouTubeClique aqui e inscreva-se para acompanhar todas as semanas nossos conteúdos também por lá!

Artigo anteriorCRÍTICA | Dexter: New Blood – S1E2: Storm of Fuck
Próximo artigoCRÍTICA – Tick, Tick… BOOM! (2021, Lin Manuel Miranda)
Um carioca apaixonado por livros, cinema, games e que ama falar de nerdice.