Início FILMES Crítica CRÍTICA – A Ligação (2020, Lee Chung-hyeon)

CRÍTICA – A Ligação (2020, Lee Chung-hyeon)

A Ligação é thriller de suspense da Netflix que é dirigido e roteirizado por Lee Chung-hyeon e já está disponível no catálogo.

SINOPSE

Seo-yeon (Park Shin-hye) é uma jovem que acabou de se mudar para uma mansão isolada na Coréia do Sul. Lá começa a receber ligações de uma mulher estranha que pede desesperadamente sua ajuda. Seo-yeon descobre que as ligações vem do passado, mais precisamente de 1999 da mesma casa na qual ela mora.

ANÁLISE

 

A Ligação é o tipo de filme que constrói de forma fluida um suspense que nos intriga e nos instiga a querer saber mais, pois traz boas discussões. A trama que lembra muito o longa Alta Frequência e nos mostra a consequência das escolhas na nossa vida.

Ao apresentar uma problemática complexa, pois há vidas em jogo, o longa mostra que as escolhas da protagonista ficam cada vez mais difíceis. Por mais que em alguns momentos ela pareça fraca, a ideia é justamente deixá-la em um beco sem saída, uma vez que tudo que há apenas uma via nos acontecimentos.

A direção e roteiro são muito competentes, usando cores para retratar as realidades distintas. No presente tons mais sóbrios e azulados, mostrando uma depressão de uma mulher atormentada pela sua história. 

Já no passado, temos tons pastéis que dão uma sensação de tempo, além de um clima bastante blasé em alguns momentos. Os cortes e efeitos especiais são precisos, mostrando um domínio do diretor em seu trabalho.

Sobre as atuações, as duas personagens centrais estão excelentes. Park Shin-hye traz dor e sofrimento no olhar, pois se sente culpada pelas tragédias que aconteceram em sua vida. A atriz tem uma fisicalidade incrível, visto que passa os sentimentos sem precisar se expressar verbalmente. 

Jeon Jong-seo (Oh Young-sook) é um talento nato, uma vez que sua personagem tem amplas mudanças por conta de seus transtornos. A atriz consegue passar em poucos segundos sentimentos como raiva, medo, tristeza, alegria, indiferença e soberba, por exemplo, em seu tempo de tela, algo bastante incrível por parte dela. Oh Young-sook tem uma vida sofrida e difícil, uma vez que sua tutora tem práticas condenáveis com a garota. As suas escolhas são complicadas e as mudanças dela são de nos deixar cada vez mais aflitos, mérito da direção.

VEREDITO

A Ligação é um filme muito bem realizado, com excelentes plot-twists e uma trama complexa e intrigante. Com duas atrizes afiadas em suas atuações e com um roteiro forte, o longa choca, diverte e também traz diversos sentimentos ambíguos, se tornando um dos melhores filmes de 2020 na Netflix.

Nossa nota

5,0 / 5,0

Confira o trailer de A Ligação:

Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.