Robert Pattinson: Conheça o ator e seus melhores trabalhos

    Dizer o nome Robert Pattinson a altura desse campeonato, soa pesado como a responsabilidade de dar vida a um Batman diferente do habitual e de conquistar os fãs ao redor mundo. Reconhecido como Edward Cullen na saga Crepúsculo, o ator construiu uma carreira promissora e madura ao longo dos anos, tendo em sua filmografia para além da saga que o deu mais fama, obras como Harry Potter, Água para Elefantes, Tenet dentre outros. Conheça sua história, curiosidades da carreira e seus melhores trabalhos.

    História

    Nascido em 13 de maio de 1986, em Londres, ele cresceu em uma pequena casa em Barnes com duas irmãs mais velhas, Elizabeth (Lizzy), cantora e compositora, e Victoria. Seu pai, Richard, costumava importar carros antigos da América, enquanto sua mãe, Clare, trabalhava para uma agência de modelos. Pattinson descobriu seu amor pela música muito antes de atuar e começou a aprender violão e piano aos quatro anos de idade, sendo encorajado pela irmã mais velha Lizzy.

    Aos 12 anos, foi incentivado por sua mãe a modelar, mas sua carreira acabou quatro anos depois.

    Quando comecei eu era bem alto e parecia uma menina, então consegui muitos trabalhos, porque foi nessa época que o visual andrógino era legal.”

    No entanto, sua carreira como modelo foi curta e infrutífera inicialmente pois suas características começaram a mudar. Embora ele fosse tímido desde a infância, ele tinha um grande desejo de ser um artista.

    Início de carreira

    Robert Pattinson pensou em se tornar músico ou ir para a universidade para estudar redação, mas nunca pensou em seguir uma carreira de ator. No entanto, enquanto frequentava as aulas na Harrodian School, em 2001, aos 13 anos, ingressou no clube de teatro amador local chamado Barnes Theatre Company depois que seu pai o convenceu a participar porque ele era muito tímido. Na primeira peça que Robert fez, ele na verdade trabalhou nos bastidores, e de imediato pensou em tentar atuar.

    Dois anos depois de ficar no backstage, ele fez um teste para a peça Guys and Dolls e conseguiu seu primeiro papel como dançarino cubano sem falas, aos 15 anos. Em seguida atuou como papel principal de George Gibbs na peça seguinte, Our Town; apareceu também nas peças Macbeth e Anything Goes, até que um agente o viu em uma produção de Tess of the D’Urbervillese e começou a procurar papéis profissionais para o jovem e inexperiente ator.

    Do teatro para o cinema

    Pattinson estreou como ator no filme alemão A Maldição do Anel (2004), filme baseado na mitologia nórdica, que conta a história de Siegfried, o mítico guerreiro e sua paixão por Brunnhild.

    Curiosidade: No mesmo ano, Robert Pattinson foi definido para ser o filho de Reese Witherspoon em Vanity Fair no qual ele interpretou o jovem Rawdy Crawly, com Romola Garai e James Purefoy no elenco, mas infelizmente Pattinson soube na estreia que sua cena havia sido cortada e ele não foi mostrado no filme. A cena foi adicionada na versão em DVD.

    No entanto, acabou dando tudo certo para o ator. Pattinson contou à imprensa a história fortuita de ser cortado:

    Fui à exibição e ninguém me informou que fui cortado. A diretora de elenco se sentiu tão culpada que ela me deu a primeira chance para o papel de Harry Potter, então fiquei muito feliz por ter sido cortado.”

    Curiosidade: No final da adolescência e no início dos vinte anos, ele costumava tocar em pequenos shows nos pubs de Londres, onde cantava músicas de sua composição.

    Um ano depois, ele interpretou o jovem estudante de magia Cedric Diggory em Harry Potter e o Cálice de Fogo (2005), a quarta parte da saga do famoso bruxo. No mundo de fantasia de bruxos e trouxas, não é surpresa que um ator possa ter que aprender uma nova habilidade para fazer a magia ganhar vida para os filmes. Robert se dedicou e treinou como mergulhador para um dos papéis mais importantes do início de sua carreira. Por sua ótima atuação como Cedric, Robert Pattinson foi citado como a Estrela Britânica do Amanhã pelo Times Online, e mais tarde começou a ser comparado com Jude Law, não só por sua beleza, mas pela forma de atuar.

    A partir disso, Robert fez diversos filmes de pequeno e grande porte como o The Haunted Airman produzido pela BBC em 2006 e em um drama baseado no romance best-seller de Kate Long, The Bad Mother’s Handbook.

    Ascensão com a saga Crepúsculo

    Robert Pattinson não sabia o que estava por vir. Em 2008, o ator foi escalado para interpretar Edward Cullen em Crepúsculo, primeiro filme de uma saga de mais 4 sequências baseado no romance best-seller de Stephenie Meyer. Pattinson ficou inicialmente apreensivo com a audição para o papel, com medo de não conseguir viver de acordo com a “perfeição” esperada do personagem.

    Embora o filme tenha recebido críticas mistas, elogiaram sua química com a estrela Kristen Stewart no filme. O The New York Times chamou Pattinson de “ator capaz e exoticamente bonito” e o crítico americano Roger Ebert disse que foi “bem escolhido” para o papel. Com sua ascensão no longa Crepúsculo, o astro construiu verdadeiramente uma legião de fãs bem como seus colegas em seus papéis principais.

    Após o sucesso de Crepúsculo, Robert Pattinson deu vida a Salvador Dali no filme Poucas Cinzas (2008), seguido de Lua Nova (2009); logo depois mais um papel no drama romântico Lembranças (2010); e no terceiro filme da franquia Crepúsculo, Eclipse (2010) que acumulou uma bilheteria de US$ 698.491.347 em todo o mundo.

    Ao lado de Reese Witherspoon, ele deu vida a Jacob Jankowski em uma adaptação cinematográfica do romance de Sara Gruen, Água para Elefantes (2011). Com sua carreira consolidada em Hollywood, Pattinson reprisa seu papel de Edward Cullen mais uma vez em Amanhecer – Parte 1 neste mesmo ano.

    Ele também interpretou Georges Duroy em uma adaptação do romance de 1885, Bel Ami, e o filme estreou mundialmente no 62º Festival Internacional de Cinema de Berlim em fevereiro de 2012.

    Fechando o ano de 2012, o astro culminou sua participação na Saga Crepúsculo com Amanhecer – Parte 2, produção que se tornou o filme de maior bilheteria de toda a saga. No ano seguinte, tornou-se a imagem da nova campanha publicitária da Dior para o perfume Dior Homme Perfume, atuando no curta promocional com Camille Rowe.

    A partir de 2014, Robert Pattinson passa a atuar em filmes independentes e elogiados pela crítica, como A Caçada e Mapa Para as Estrelas. Em 2015, dois de seus filmes estrearam no 65º Festival Internacional de Cinema de Berlim, em fevereiro; Rainha do Deserto, ao lado de Nicole Kidman e James Franco e o filme biográfico Life: Um Retrato de James Dean, interpretando Dennis Stock.

    Nos últimos anos atuou em vários filmes como Z: A ​​Cidade Perdida (2017), Bom Comportamento (2017), a comédia ocidental Damsel (2018), que foi sua primeira comédia desde o filme Uma Vida Sem Regras (2008), tendo sua performance considerada como excêntrica e hilariante; no mesmo ano ele atuou em Uma Nova Vida.

    Curiosidade: Em 2017 apresentou seu primeiro curta-metragem intitulado Fear and Shame, que escreveu, dirigiu e estrelou.

    Em O Farol (2019) a crítica disse que Pattinson “se superou” e seu desempenho foi “tão transformador que chega a ser chocante”. O filme foi dirigido por Robert Eggers que entrega uma das obras mais complexas já vistas no cinema de terror contemporâneo.

    Robert Pattinson é um ator incrivelmente talentoso e nos mostra o quão isso pode ser desenvolvido a cada projeto que participa. Nos últimos 2 anos, o astro se dedicou e atuou em O Diabo de Cada Dia, que tem como elenco Bill Skarsgard, Mia Wasikowska, Jason Clarke e Tom Holland como protagonista; e no esperado e adiado centenas de vezes Tenet, de Christopher Nolan.

    Robert Pattinson se desafia em 2022 e adiciona mais um sucesso com Batman, de Matt Reeves em sua filmografia. Esperamos vê-lo em atuações cada vez mais aclamadas mas por enquanto vamos focar nesse Batman porque é o que todos nós estávamos esperando!

    Veja abaixo os melhores trabalhos de Robert Pattinson

    A Maldição do Anel (2004)

    Sinopse: Siegfried (Benno Fürmann), um jovem e corajoso ferreiro, que não sabe que é o herdeiro de um reino conquistado, torna-se um herói após derrotar o dragão Fafnir, uma grande ameaça para o povo de Burgunds. Sua recompensa é um poderoso anel, mas que carrega uma grande maldição. Além disso, um conflito de interesses atrapalha a sua paixão por Brunnhild (Kristanna Loken), a bela rainha das guerreiras Norse.

    Harry Potter e o Cálice de Fogo (2005)

    Sinopse: Em seu 4º ano na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts, Harry Potter (Daniel Radcliffe) é misteriosamente selecionado para participar do Torneio Tribruxo, uma competição internacional em que precisará enfrentar alunos mais velhos e experientes de Hogwarts e também de outras escolas de magia. Além disso a aparição da marca negra de Voldemort (Ralph Fiennes) ao término da Copa do Mundo de Quadribol põe a comunidade de bruxos em pânico, já que sinaliza que o temido bruxo está prestes a retornar.

    Harry Potter e a Ordem da Fênix (2007)

    Sinopse: Harry Potter (Daniel Radcliffe) retorna à Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts, para cursar o 5º ano letivo. Logo ele descobre que boa parte da comunidade bruxa foi levada a acreditar que o retorno de Voldemort (Ralph Fiennes) foi uma mentira inventada por Harry, o que põe sua credibilidade em dúvida. Além disto, o Ministro da Magia Cornélio Fudge (Robert Hardy) impõe à escola a presença de Dolores Umbridge (Imelda Staunton), que se torna a nova professora de Defesa Contra as Artes das Trevas. Acontece que as aulas de Umbridge, apesar de aprovadas pelo ministério, abrangem apenas temas amenos, deixando os alunos despreparados para os perigos dos dias atuais. Incentivado por seus amigos Rony (Rupert Grint) e Hermione (Emma Watson), Harry decide encontrar-se em segredo com um grupo de estudantes, visando a prática de magia. O grupo se autodenomina como a “Armada de Dumbledore”, mas logo passa a ser vista como uma ameaça ao próprio Ministério da Magia.

    Nota: Neste longa, o personagem de Pattinson é visto apenas em flashbacks de Harry.

    Crepúsculo (2008)

    Sinopse: Isabella Swan (Kristen Stewart) e seu pai, Charlie (Billy Burke), mudaram-se recentemente. No novo colégio ela logo conhece Edward Cullen (Robert Pattinson), um jovem admirado por todas as garotas locais e que mantém uma aura de mistério em torno de si. Eles aos poucos se apaixonam, mas Edward sabe que isto põe a vida de Isabella em risco.

    Robert Pattinson e Kristen Stewart estrelaram a franquia cinematográfica baseada na obra literária de Stephenie Meyer. Os demais longas são Lua Nova (2009), Eclipse (2010), Amanhecer – Parte 1 (2011) e Amanhecer – Parte 2 (2012).

    PUBLICAÇÕES RELACIONADAS:

    Noites Sombrias #48 | 10 vampiros mais marcantes do cinema

    Noites Sombrias #53 | 10 lobisomens mais marcantes do cinema

    Kristen Stewart: Conheça a atriz e seus 10 melhores trabalhos

    Lembranças (2010)

    Sinopse: Nova Iorque. Tyler Roth (Robert Pattinson) é um jovem rebelde que não tem uma boa relação com o pai, Charles (Pierce Brosnan), desde que uma tragédia abalou sua família. Ele divide um apartamento com Aidan (Tate Wellington) e com ele sai para uma boate. Ao deixar o local, Tyler se intromete em uma briga. Neil Craig (Chris Cooper), um policial traumatizado pelo assassinato de sua esposa dez anos antes, é chamado ao local. Ele libera Tyler e Aidan mas, após uma provocação de Tyler, lhe dá uma surra e manda prendê-lo. Dias depois, Aidan descobre que Ally (Emilie de Ravin), a filha de Neil, estuda com eles. Ele propõe a Tyler que tente conquistá-la, para se vingar. Inicialmente relutante, Tyler aceita a proposta. Só que, aos poucos, se apaixona por Ally.

    Água para Elefantes (2011)

    Sinopse: Jacob Jankowski (Hal Holbrook) já passou dos 90 anos e não consegue esquecer seus momentos da juventude nos anos 30, período difícil da economia americana, que o levou a trabalhar num circo. Foi lá, enquanto era jovem (Robert Pattinson) e um ex-estudante de Veterinária, que ele conheceu a brutalidade dos homens com seus pares e também com os animais, mas encontrou a mulher por quem se apaixonou. Marlena (Reese Whiterspoon) era a Encantora dos Cavalos, a principal atração e esposa do dono do circo: August (Christoph Waltz) um homem carismático, mas extremamente perigoso quando suas duas paixões estavam em jogo.

    O Farol (2019)

    Sinopse: No início do século XX, Thomas Wake (Willem Dafoe), responsável pelo farol de uma ilha isolada, contrata o jovem Ephraim Winslow (Robert Pattinson) para substituir o ajudante anterior e colaborar nas tarefas diárias. No entanto, o acesso ao farol é mantido fechado ao novato, que se torna cada vez mais curioso com este espaço privado. Enquanto os dois homens se conhecem e se provocam, Ephraim fica obcecado em descobrir o que acontece naquele espaço fechado, ao mesmo tempo em que fenômenos estranhos começam a acontecer ao seu redor.

    PUBLICAÇÃO RELACIONADA | CRÍTICA – O Farol (2019, Robert Eggers)

    Tenet (2020)

    Sinopse: Um agente da CIA conhecido como O Protagonista (John David Washington) é recrutado por uma organização misteriosa, chamada Tenet, para participar de uma missão de escala global. Eles precisam impedir que Andrei Sator (Kenneth Branagh), um renegado oligarca russo com meios de se comunicar com o futuro, inicie a Terceira Guerra Mundial.

    PUBLICAÇÃO RELACIONADA | CRÍTICA – Tenet (2020, Christopher Nolan)

    O Diabo de Cada Dia (2020)

    Sinopse: No interior dos Estados Unidos, a corrupção moral faz até dos homens considerados justos perecerem por conta de péssimas escolhas e traumas do passado, uma vez que cicatrizes foram feitas em muitas almas daquele lugar.

    PUBLICAÇÃO RELACIONADA | CRÍTICA – O Diabo de Cada Dia (2020, Antonio Campos)

    Batman (2022)

    Sinopse: No segundo ano de Bruce Wayne (Robert Pattinson) como Batman, o herói conta apenas alguns aliados de confiança – Alfred Pennyworth (Andy Serkis) e o tenente James Gordon (Jeffrey Wright) – entre a rede corrupta de funcionários e figuras importantes da cidade, o vigilante solitário se estabeleceu como a personificação da vingança.

    PUBLICAÇÃO RELACIONADA | CRÍTICA – Batman (2022, Matt Reeves)


    E você, é fã de Robert Pattinson? Compartilhe essa publicação com seus amigos!

    Inscreva-se no YouTube do Feededigno

    Assista às nossas análises de filmes, séries, games e livros em nosso canal no YouTubeClique aqui e inscreva-se para acompanhar todas as semanas nossos conteúdos também por lá!

    Artigos relacionados

    Noites Sombrias #79 | A Escada Para o Inferno (2022, Brendan Muldowney)

    A Escada Para o Inferno ou The Cellar é o filme que traz como protagonista a atriz Elisha Cuthbert de Show de Vizinha.

    Dupla Jornada: Quem é o elenco do novo filme de vampiro da Netflix?

    Dupla Jornada saiu das sombras e finalmente mostra suas presas no catálogo da Netflix. Conheça o elenco do mais novo filme de vampiro!

    Especial Street Fighter: 35 anos de lutas marcantes

    2022 marca o 35º aniversário de uma das franquias mais icônicas de todos os tempos: Street Fighter. Saiba tudo sobre a franquia da Capcom!

    CRÍTICA – Dupla Jornada (2022, J. J. Perry)

    Dupla Jornada enfim mostra suas presas na Netflix. O filme de ação de vampiros é estrelado por Jamie Foxx, Dave Franco e Snoop Dog.