Início FILMES Artigo Noites Sombrias #48 | 10 vampiros mais marcantes do cinema

Noites Sombrias #48 | 10 vampiros mais marcantes do cinema

Noites Sombrias #48 | 10 vampiros mais marcantes do cinema

Não podemos falar de Noites Sombrias sem falar sobre vampiros. Vampiro e cinema tem uma relação complicada para uns e bem resolvida para outros. Mas tudo bem!

De Nosferatu à Saga Crepúsculo existe uma linha tênue e eu elenquei os 10 melhores vampiros do cinema para fomentar esse tema que ainda é adorado por muitos.

Vamos à lista!

Orlok (Norferatu, 1922)

Nosferatu: Conheça a origem do vampiro e suas principais adaptações

Nosferatu é um filme clássico do expressionismo alemão. Produzido em 1922, suas imagens de horror ainda conseguem nos surpreender. Foi baseado no romance Drácula, de Bram Stoker (1897). Ao invés de Conde Drácula, aqui temos Conde Graffi Orlok, uma das mais fiéis representações cinematográficas do vampiro. Alto, esguio, esquálido, com orelhas, nariz e dentes pontiagudos

Conde Orlok é um vampiro da Transilvânia, e é conhecido como “O Pássaro da Morte”, que se deleita com o sangue de humanos vivos.

Orlok mora sozinho em um vasto castelo escondido entre os picos escarpados em um canto perdido das montanhas dos Cárpatos. Embora baseado no Conde Drácula, Orlok não possui nenhum charme aristocrático ou sedução de seu antecessor. Ele se assemelha a relatos folclóricos históricos de vampiros, que foram descritos como cadáveres ambulantes habitados por uma presença demoníaca.

SINOPSE

Hutter (Gustav von Wangenheim), agente imobiliário, viaja até os Montes Cárpatos para vender um castelo no Mar Báltico cujo proprietário é o excêntrico Conde Graf Orlock (Max Schreck), que na verdade é um milenar vampiro que, buscando poder, se muda para Bremen, Alemanha, espalhando o terror na região. Curiosamente quem pode reverter esta situação é Ellen (Greta Schröder), a esposa de Hutter, pois Orlock está atraído por ela.

PUBLICAÇÃO RELACIONADA | Nosferatu: Conheça a origem do vampiro e suas principais adaptações

David (Os Garotos Perdidos, 1987)

David Powers é um personagem interpretado por Kiefer Sutherland. No filme, David é inicialmente considerado o principal antagonista, sendo o chefe de uma gangue de vampiros na cidade fictícia de Santa Carla, mas mais tarde é revelado que ele era simplesmente um subordinado de Max (Edward Herrmann).

O personagem e a atuação de Sutherland foram bem recebidos no lançamento do filme, e David passou a ser considerado um vilão icônico na cultura pop, tendo inspirado a representação de vampiros tanto no estilo quanto na caracterização desde então. A análise de sua personalidade e psicologia vão desde o foco em seu status de eterno jovem, líder de gangue e assassino.

SINOPSE

Lucy (Dianne Wiest) vai morar com Michael (Jason Patric) e Sam (Corey Haim), seus filhos, em Santa Clara, uma cidade que tem muitos jovens desaparecidos. Logo os dois irmãos descobrem que uma gangue de motoqueiros está mais morta do que viva, pois estão se transformando em vampiros. Sam tem que trabalhar rápido, pois Michael está se apaixonando por Star (Jami Gertz), uma destas criaturas, e está gradualmente se tornando um deles.

PUBLICAÇÃO RELACIONADA: TBT #106 | Os Garotos Perdidos (1988, Joel Schumacher)

Drácula (Drácula de Bram Stoker, 1992)

Drácula é um personagem fictício que dá título ao romance de horror gótico escrito por Bram Stoker em 1897. O personagem é o mais famoso vampiro da ficção, e segundo o Guiness Book, é o monstro e vilão fictício com maior número de aparições na mídia, direta ou indiretamente. O personagem também é creditado no romance como um dos precursores da origem das lendas sobre lobisomens.

De acordo com especulações (não há confirmação do fato), o autor serviu-se de uma figura real para compor seu protagonista: Vlad Tepes (Vlad, o Impalador, em romeno), sanguinário voivoda da Valáquia, hoje Romênia, que tinha o hábito de trespassar os prisioneiros de guerra com imensas lanças.

SINOPSE

O filme conta a história do líder romeno Vlad Tepes (Gary Oldman). Em 1462, Vlad Drácula, membro da Ordem do Dragão, retorna de uma vitória contra os turcos e descobre que sua esposa Elisabeta (Winona Ryder) cometeu suicídio depois que seus inimigos relataram falsamente sua morte. O padre passa a dizer que a alma de sua esposa é condenada ao inferno por cometer suicídio devido as leis de Deus. Enfurecido, Drácula profana a capela e renuncia a Deus, declarando que ele ressuscitará dos mortos para vingar Elisabeta com todos os poderes das trevas. Ele então apunhala a cruz de pedra da capela com sua espada e bebe o sangue que derrama dela. Ele passa a perambular através dos séculos até encontrar a suposta reencarnação de sua amada.

PUBLICAÇÕES RELACIONADAS:

TBT #17 | Drácula de Bram Stoker (1992, Francis Ford Coppola)

Drácula: Dissecando a criatura mais popular da cultura pop

Lestat (Entrevista com o Vampiro, 1994)

Lestat de Lioncourt simboliza um vampiro como um ser ousado, entusiasmado e desafiador, que se delicia com sua própria arrogância e atitude vaidosa, e carrega-se com a aura de riqueza e direito que vem apenas de uma educação privilegiada, ganhando o título carinhoso de “o Príncipe Pirralho” por seus vampiros mais velhos. Lestat nasceu em 1760, em Auvergne, França, em um castelo pertencente a seus antepassados. Apesar da sua aparente nobreza ele cresceu em uma pobreza relativa; seus antepassados esbanjaram as riquezas da família dilapidando assim a fortuna familiar.

Em Paris, seu talento chama a atenção de Magnus, um vampiro secular que está decidido a dar fim à própria existência, e, para isso, transforma Lestat em vampiro, legando a ele sua fortuna e a missão de encontrar as origens de sua espécie.

SINOPSE

São Francisco, anos 1990. Um jornalista entrevista um jovem que afirma ser vampiro, narrando suas experiências dos últimos 200 anos. Em flashback, conhecemos Louis de Pointe du Lac (Brad Pitt), um homem que perdeu a mulher, morta durante o parto, e a vontade de viver. Com a ajuda de uma criatura da noite, Lestat de Lioncourt (Tom Cruise), ele se torna um vampiro e precisa aprender uma nova forma de vida.

PUBLICAÇÃO RELACIONADA: TBT #88 | Entrevista com o Vampiro (1994, Neil Jordan)

Esmeralda (Um Drink no Inferno, 1996)

Em 1996, Robert Rodrigues e Quentin Tarantino apresentaram um dos novos clássicos de vampiro ao mundo com Um Drink no Inferno. Na história, dois irmãos assaltantes acabavam em um bar na fronteira do México com os Estados Unidos tomado por vampiros.

Esmerda é apenas o pseudônimo da vampira, seu verdadeiro nome é Satanico Pandemonium (Salma Hayek) era a grande atração.

No seriado inspirado no filme que foi ao ar em 2014, Santanico era muito mais que uma mera vampira.

SINOPSE

Os irmãos Seth (George Clooney) e Richard Gecko (Quentin Tarantino) são procurados pela polícia por 16 mortes. Eles sequestram um ex-pastor e seu casal de filhos, para poderem atravessar a fronteira com o México e lá se dirigem à uma casa noturna frequentada por caminhoneiros e motoqueiros, que é uma mistura de cabaré e prostíbulo. Porém, ao chegar lá a dupla se depara com algo totalmente inacreditável.

Blade (Blade, 1998)

Blade é um dampiro, um meio vampiro e meio humano. Isso lhe confere habilidades vampíricas como regeneração espontânea, força, reflexos, velocidade, fôlego e agilidade sobre-humanas e não envelhece. Blade também não tem nenhuma fraqueza dos vampiros: pode andar de dia e pode fazer tudo que um vampiro não pode, exceto que às vezes sente necessidade de beber sangue. O personagem da Marvel Comics também é um mestre em artes marciais e em disfarces. Além de ótimo espadachim e com suas habilidades vampíricas pode sentir a presença de criaturas sobrenaturais.

SINOPSE

Após ser contaminado pelo sangue de uma criatura das trevas, Blade (Wesley Snipes) transformou-se num guerreiro imortal, metade-homem, metade-vampiro. Desde então, ele dedica-se a caçar o líder dos mortos-vivos Deacon Frost (Stephen Dorff) e seus asseclas, que estão planejando um grande plano para aumentar sua dominação sobre a raça humana.

PUBLICAÇÃO RELACIONADA | Blade: Conheça o vampiro mais letal da Marvel

Akasha (A Rainha dos Condenados, 2002)

Akasha é um personagem fictício criado pela escritora Anne Rice, era uma princesa em Uruk, atual Iraque, que se tornou a Rainha em Kemet, atual Egito; após se casar com Enkil. Nos romances de Rice, são os progenitores de todos os vampiros quando um espírito maligno chamado Amel, foi capaz de entrar no corpo de Akasha através de uma ferida e fundir-se com sua carne.

Akasha, logo após sua transformação passou seu “dom maligno” para o Rei Enkil, tirando quase todo o seu sangue e, em seguida, permitindo-lhe de beber a quase totalidade dela; transformando Enkil em um vampiro.

SINOPSE

O vampiro Lestat (Stuart Towsend) reinventou a si mesmo e agora é uma grande estrela do rock contemporâneo nos Estados Unidos. Sua música acaba despertando Akasha (Aaliyah), a rainha de todos os vampiros, cujo poder é tão grande que para combatê-la todos os vampiros da face da Terra precisarão se unir a fim de evitar sua própria extinção. Mas assim como a música de Lestat inspira Akasha, que deseja fazer dele seu rei, ela também faz com que Jesse (Marguerite Moreau), uma jovem fascinada pelo lado negro da vida, se apaixone por Lestat.

PUBLICAÇÃO RELACIONADA | As Crônicas Vampirescas: Conheça os livros de Anne Rice

Selene (Anjos da Noites, 2003)

Selene é uma caçadora vampira no meio da guerra entre as duas espécies, perdeu a família há anos, todos mortos por o que ela pensava serem os lycans (lobisomens), mas na verdade ser Viktor, um dos mais antigos anciãos dos vampiros, que quebrava suas regras e se alimentava secretamente de humanos. Quando Viktor encontrou Selene em seu quarto, após matar o resto da família, resolveu transformá-la em vampira pela semelhança com sua filha morta, Sonia. Selene, pensando que os lycans haviam assassinado sua família, resolve vingar-se matando um por um todas as noites.

SINOPSE

Numa noite chuvosa, ao entrar numa estação do metrô Michael Corvin (Scott Speedman), um estudante de medicina, se vê no meio de um violento tiroteio entre duas facções inimigas. De um lado estão os Mercadores da Morte, grupo de elite formado por vampiros. Do outro os lycans, inimigos milenares dos vampiros. Depois do violento embate, Selene (Kate Beckinsale), uma bela e combativa vampira, desconfia que os lycans estavam perseguindo Michael, o que soa muito incomum, visto que tanto vampiros quanto lobisomens preferem manter distância dos humanos e não têm interesse por estes.

Edward (Crepúsculo, 2008)

Depois de quase morrer da gripe espanhola em 1918 em Chicago, Edward foi transformado em vampiro por Carlisle Cullen, como a única alternativa à morte. Ao longo dos próximos noventa anos, a dupla reuniu uma família de vampiros em torno de si e se autodenominavam “vegetarianos”.

Edward é um vampiro telepático e membro fundador do coven Olímpico e teve um período rebelde no início de sua vida de vampiro e deixou Carlisle e Esme em 1927. Durante seu tempo solitário, ele usou sua habilidade de ler a mente para atacar as piores pessoas da sociedade, pensando que, desde que ele estivesse servindo à justiça, não importaria que ele estivesse se alimentando de humanos. Sua primeira vítima foi o ex-marido abusivo de Esme, Charles Evenson. Alguns anos depois, ele se arrependeu dessa decisão e voltou para a família de Carlisle e sua dieta de sangue animal.

SINOPSE

Isabella Swan (Kristen Stewart) e seu pai, Charlie (Billy Burke), mudaram-se recentemente. No novo colégio ela logo conhece Edward Cullen (Robert Pattinson), um jovem admirado por todas as garotas locais e que mantém uma aura de mistério em torno de si. Eles aos poucos se apaixonam, mas Edward sabe que isto põe a vida de Isabella em risco.

Barnabas (Sombras da Noite, 2012)

Barnabas Collins é um vampiro de 175 anos em busca de sangue fresco e seu amor perdido, Josette. As habilidades de Barnabas imitam as do vampiro clássico Drácula e incluem imortalidade, força sobre-humana, velocidade sobre-humana, hipnotismo e as habilidades de se transformar em um morcego e desaparecer e reaparecer à vontade. No entanto, Barnabas também é conhecido por usar feitiçaria.

SINOPSE

Joshua (Ivan Kaye) e Naomi Collins (Susanna Cappellaro) deixam a cidade inglesa de Liverpool juntamente com o filho, Barnabas, rumo aos Estados Unidos. A intenção deles era escapar de uma terrível maldição que atingiu a família. Vinte anos depois, Barnabas (Johnny Depp) é um playboy inveterado que tem a cidade de Collinsport aos seus pés. Após seduzir e partir o coração de Angelique Bouchard (Eva Green), sem saber que era uma bruxa, ele é transformado em vampiro e preso numa tumba. Quando enfim desperta, dois séculos depois, encontra sua propriedade em ruínas e os poucos familiares ainda vivos escondem segredos uns dos outros. Em meio a um mundo desconhecido, Barnabas se interessa por Victoria Winters (Bella Heathcote), a tutora do jovem David (Gulliver McGrath).


E você, tem algum vampiro do cinema que acredita ter faltado nessa lista? Deixe seu comentário abaixo!

Inscreva-se no YouTube do Feededigno

Assista às nossas análises de filmes, séries, games e livros em nosso canal no YouTubeClique aqui e inscreva-se para acompanhar todas as semanas nossos conteúdos também por lá!

Artigo anteriorPRIMEIRAS IMPRESSÕES – Pacificador: S1E1, 2 e 3 (2022, HBO Max)
Próximo artigoCRÍTICA – Bar Doce Lar (2022, George Clooney)
Carioca, estudante de Design de Interiores, fã de séries, filmes e principalmente de Como Treinar o Seu Dragão <3