Início SÉRIE Notícia The Kingdom: Lars Von Trier retorna para 3ª temporada

The Kingdom: Lars Von Trier retorna para 3ª temporada

The Kingdom: Lars Von Trier retorna para 3ª temporada

Se você pensava que o renascimento das propriedades dos anos 80 e 90 só se aplicava a produções de grande orçamento de Hollywood, pense novamente. Quase como se estivesse seguindo a deixa de Twin Peaks: The Return, Lars Von Trier estará retornando a um período anterior em sua carreira e fará uma terceira e última temporada de seu drama hospitalar The Kingdom.

Desde que chocou o público em Cannes com seu drama serial killer The House That Jack Built em 2018 o diretor não havia anunciado um novo projeto, até agora. Conforme anunciado pela Zentropa Productions de Von Trier no Facebook, a série hospitalar cult que Lars Von Trier dirigiu entre 1994 e 1997 retornará com novos episódios em 2022.

The Kingdom se passa na ala de neurocirurgia de um hospital em Copenhagen. A nova e última temporada, apelidada de The Kingdom Exodus, deverá ser filmada no próximo ano e terá episódios de cinco horas de duração.

Von Trier falou sobre retornar ao The Kingdom desde os anos 90, mas o projeto nunca foi concluído em parte devido à morte dos membros do elenco Ernst-Hugo Järegård e Kirsten Rolffes.

Os produtores dizem que a nova temporada será uma mistura de personagens novos e antigos. Von Trier escreveu o roteiro com o retorno do colaborador Niels Vørsel e dirigirá todos os cinco episódios.

Lars Von Trier forneceu esta declaração no retorno do programa:

“As fronteiras vêm em muitas formas; podem ser linhas desenhadas com réguas em papel branco (muitas vezes invisíveis para quem tiver a chance de visitar as localizações geográficas reais). As linhas das fronteiras podem ser ilustrativas, para não dizer bastante fictícias e francamente mesquinhas; podem ser desenhados em uma cor vermelha suave, praticamente invisível, e talvez até como uma linha pontilhada, quase como se indicando um pedido de desculpas ou mesmo vergonha. No entanto, as linhas estão penduradas em números inconcebíveis e, juntas, constituem aqueles ‘territórios’ que os habitantes são fortes o suficiente para defender. Entrar e sair muitas vezes envolve violência, pois, é claro, espera-se que qualquer visitante retorne após encerrar seus negócios.

Na Terra, ‘a Máquina que faz tudo girar (quer dizer, toda a vida)’ depende dos conflitos que as linhas provocam, como que de propósito. Se Êxodo realmente significa ‘entrar’ ou ‘sair’ depende do ângulo a partir do qual a fronteira é observada, mas a palavra simplesmente descreve um grande número de indivíduos cruzando uma linha desenhada a lápis juntos.

Por quê?… Existe um desequilíbrio entre o bem e o mal! O limite foi atingido, pelo menos no Reino… Mas não posso testemunhar que será fácil e sem sangue arrancar as sete mechas astrais do mundo simultaneamente com o sangue do médico.”

A Zentropa Productions também lançou dois teasers enigmáticos:

Artigo anteriorGhost of Tsushima: Atualização adiciona trajes de God of War e outros games
Próximo artigoO Exorcista: Sequência deve ter o diretor de Halloween, David Gordon Green
Eu sou apenas um rapaz latino-americano que curte quadrinhos, games, livros e cinema.