Início FILMES Crítica CRÍTICA – Memórias de um Amor (2021, Chad Hartigan)

CRÍTICA – Memórias de um Amor (2021, Chad Hartigan)

CRÍTICA - Memórias de um Amor (2021, Chad Hartigan)

Memórias de um Amor (Little Fish) está disponível para compra e aluguel em todas as plataformas digitais. Dirigido por Chad Hartigan e protagonizado por Olivia Cooke e Jack O’Connell, o longa foi recebido positivamente pela mídia internacional.

SINOPSE

Um casal luta para manter seu relacionamento enquanto um vírus de perda de memória se espalha e ameaça apagar a história de seu amor e namoro.

ANÁLISE

Antes mesmo da COVID-19, produções sobre vírus e pandemias já estavam em alta dentre as produções mundiais. É o caso de Memórias de um Amor, longa que começou a ser produzido ainda em 2019.

Usando como premissa um grande vírus chamado N.I.A, o filme conta a história de amor entre Emma (Cooke) e Jude (O’Connel), que lutam para manter suas memórias nesse momento tão conturbado. No roteiro, o N.I.A age como um Alzheimer ou demência, deteriorando a memória das pessoas de pouco em pouco tempo, até que elas não se lembram nem de si mesmas.

Tudo em Memórias de um Amor funciona muito bem. O roteiro de Mattson Tomlin (The Batman), baseado no conto de Aja Gabel, é simples, mas bem amarrado, nos conduzindo satisfatoriamente na jornada com o casal principal, de modo que ansiamos por um final feliz. Não há grandes reviravoltas, nem nada do tipo, mas sua finalização é coerente e causa um bom impacto na trama como um todo.

CRÍTICA - Memórias de um Amor (2021, Chad Hartigan)

As atuações de Olivia Cooke e Jack O’Connel estão ótimas e conseguem passar a urgência da situação. Saber que, a qualquer momento, um dos dois pode ser apagado da vida do outro, torna toda a experiência angustiante. Porém, o laço entre o casal e a forma que revivemos suas memórias ao longo da trama conseguem balancear o drama com momentos contemplativos e de ternura.

A direção de Chad Hartigan brinca com a nossa própria memória o tempo todo. Não de um jeito imersivo, mas com dinâmicas interessantes entre Jude e Emma. Com jogos de perguntas e respostas, revivemos situações da trama com cenários, roupas e luzes diferentes, colocando os próprios espectadores a se questionarem sobre o que é verdade ou não na história.

A trilha sonora de Keegan DeWitt traduz muito bem a atmosfera do filme, dando peso para as descobertas dos personagens principais e criando o tom de melancolia necessário ao percebermos que não há outra forma dessa trama ser resolvida.

O grande destaque de Memórias de um Amor é sua mensagem principal. Mesmo existindo um vírus que possa apagar nossas memórias, será que nossos sentimentos também serão afetados na mesma proporção?

Quantas vezes você escolheria o mesmo caminho se não se lembrasse de ter feito anteriormente?

O que pode nos manter conectado em meio a uma pandemia?

E, nesses pontos, o longa de Hartigan se sai muito bem.

CRÍTICA - Memórias de um Amor (2021, Chad Hartigan)

É uma pena que o lançamento desta produção tenha sido limitado, chegando diretamente para compra. Provavelmente ele causaria um grande impacto em uma plataforma de streaming, se tornando um dos queridinhos do ano.

VEREDITO

Memórias de um Amor é uma produção que funciona em todas as frentes: direção, atuação, roteiro, edição e trilha. É um filme bonito e bem desenvolvido, sendo assim uma ótima dica para curtir no final de semana.

Nossa nota

3,5/5,0

Assistir ao trailer

Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.

Artigo anteriorTBT #128 | O Bebê de Rosemary (1968, Roman Polanski)
Próximo artigoSoccer Manager: 6 times emergentes para você fazer carreira
Relações-Públicas de formação. Com pós-graduação em Star Wars e universo expandido, mas Trekker de coração. Defensora de todos os Porgs, Ewoks e criaturas fofinhas da galáxia.