CRÍTICA – ‘Persona 3 Reload’ é um brilhante jogo que vai além de um JRPG e se aprofunda em temas controversos

    Persona 3 Reload é o remake do adorado game do PlayStation 2. No controle de um estudante recém transferido, precisamos investigar os horrores da “Hora Sombria”. O remake apresenta gráficos inteiramente novos, e enquanto permite que novos jogadores conheçam um dos mais amados games da franquia. Mergulhe em uma jornada emocionante e desafiadora.

    SINOPSE

    Mergulhe na Hora Negra e desperte as profundezas do seu coração. Persona 3 Reload é uma releitura cativante do RPG que definiu o gênero, renascido para a era moderna com gráficos e jogabilidade de última geração.

    ANÁLISE

    Persona 3 Reload

    Persona 3 Reload é o mais novo remake da série, que originalmente foi lançado para Playstation 2 em 2006. Desde então, o jogo recebeu porte para Playstation Portable em 2007, e agora retorna para as novas gerações com novos aprimoramentos.

    Com isso, P3R é um excelente remake que potencializa o que o jogo tem de melhor, para nova geração com gráficos e jogabilidade simplesmente fantásticos que utiliza de modo atualizado o combate por turno de Persona 5, o que acaba sendo atrativo para novos jogadores que não se simpatizavam a esse tipo combate.

    Outra grande novidade que o jogo traz, é que essa é a primeira vez que o jogo está sendo totalmente localizado em PT-BR, visto que a comunidade brasileira sempre cobrou a Atlus para inclusão desta localização, mas o que finalmente foi sanado, e com isso será a porta de entrada para novos jogadores que nunca haviam se aprofundado na série por conta desse utensílio. Espero que isso se torne recorrente nos próximos títulos da empresa.

    Persona 3 Reload

    Desse modo, P3R é um que jogo faz o equilíbrio perfeito entre os gêneros de slice of life com JRPG, sendo durante o dia você terá sua vida de estudante convivendo com seus amigos de turma – e criando vínculos sociais que serão de suma importância para reforçar os laços com suas personas em batalha -, e durante a noite você pode optar por curtir a vida ou ter um trabalho temporário.

    Além disso, você terá que enfrentar os desafios da Dark Hour no qual entra na torre de Tártaros em dungeons desafiadoras para enfrentar shadows. Essa área são imensas e repleta de desafios, por isso preparem bem o seu inventário de equipamentos e itens para explorar os labirintos da torre de Tártaros, pois conforme você vai avançando nos andares os inimigos são mais fortes e desafiadores, recomendo que suba bem o level da sua equipe antes de avançar para o próximo o andar, visto que a dificuldade mesmo sendo balanceada você acaba entrando em conflito com inimigos imbatíveis.

    Esse balanceamento dos gêneros é excelente, pois o jogo irá consumir muitas horas do jogador, seja para melhorar Social Links (vínculos sociais) ou mesmo na subida incansável na torre de Tártarus para investigar os mistérios desse lugar sombrio, que está abalando a estrutura do mundo real, deixando as pessoas com a síndrome da apatia.

    Desse modo, o que torna P3R tão especial além de sua jogabilidade refinada e seus lindos gráficos é como seu enredo juntamente com as subtramas dos personagens secundários que o jogo tem seu brilho, sendo ricas e cheias de camadas e vão se encaixando com a jornada do enredo central. Além disso, o jogo se aprofunda em temas controversos como o ciclo da vida, vida e morte, bullying e depressão. Todos esses temas acabam sendo aprofundados em seu devido momento no enredo dos personagens.

    GRÁFICOS e DESIGN

    Persona 3 Reload

    De fato, P3R é um dos jogos com gráficos mais deslumbrantes da franquia até o momento, se Persona 5 já possuía belos gráficos. Em P3R temos esse capricho elevado, desde da ambientação que mescla o urbano com lado espiritual do japão que deixam tudo com visual exuberante. Ao visual dos labirintos do Tártarus que possuem uma ambientação sombria e que vão se alterando conforme você for avançando na torre.

    Assim como, destaco também para a remodelagem do design dos personagens que já eram cheios de estilo e soturnos em suas versões originais, aqui estão mais elegantes e com traços mais refinados, com cores mais vibrantes. Creio que a equipe artística teve claras influências em Persona 5 para essa nova roupagem. Acredito que ainda assim terá fãs reclamando desse novo estilo dos personagens, mas que para mim ficaram excelentes.

    DUNGEONS E PERSONAS

    Em relação às dungeons de P3R, o jogo segue o padrão que é da franquia em explorar com sua equipe e enfrentar as shadows que for localizado em cada área, mas mesmo que o jogo não reinvente a roda, o mesmo possui uma jogabilidade dinâmica e divertida. O que torna um JRPG excelente para começar a conhecer o gênero.

    Durante as minhas mais de 40 horas de jogo, o jogo não se torna cansativo em seus desafios e a exploração acaba sendo recompensadora. Visto que a cada inimigo que você derrota, além de ganhar experiência, você consegue novas personas para integrar a sua equipe.

    Outro ponto muito legal, é que dar de realizar a fusão de personas, e assim tornar a sua equipe mais imbatível para os desafios, mas lembrando que determinadas personas só será possível realizar tal fusão se você tiver atingido determinado level. Esse elemento sempre esteve presente na série de jogos, e todas personas são inspiradas em deuses e demônios.

    SLICE OF LIFE

    Persona 3 Reload possui uma gama de desafios que me agradaram muito, mas o que mais me prendeu no jogo foi esse lado da vida cotidiana, interagindo com amigos e melhorando seu vínculo social. Em diversos momentos eu preferia melhorar meus vínculos sociais do que explorar a torre de Tártarus. Vale lembrar que Persona 3 foi o jogo que introduziu a social links.

    Cada personagem possui uma subtrama que conforme você vai ganhando confiança seu enredo vai se desenvolvendo e seu vínculo social melhorando. Todos os personagens, possuem um carisma único, mas o que mais me cativaram foi o casal de idosos Bunkichi e Mitsuko. Os dois são donos de sebo de livros e vivem sozinhos nesse grande centro comercial.

    Certamente eu acabei criando mais vínculos com esses dois idosos do que minha própria equipe, passei algumas horas desvendando o enredo do passado dessa livraria, que possui um passado triste, o que acabou me pegando de surpresa.

    De fato, esse lado da slice of life em P3R é excepcional e os personagens são tão bem desenvolvidos que a parte da ação do jogo em alguns momentos o jogador pode acabar se esquecendo que tem de avançar no enredo principal.

    TRILHA SONORA

    Outro fato que é unânime, são as trilhas sonoras de Persona que são maravilhosas. Em P3R esse ponto não é diferente, aqui temos músicas o clássico gênero J-Pop tocando em atividades do dia a dia mais calmas e quando estamos no Tártarus uma música mais intensa e com pegada mais rock.

    CONTRAS

    Apesar da série Persona ser um jogo incrível, creio que o jogo possa não agradar a jogadores mais ansiosos, mesmo o jogo tendo um enredo envolvente e uma jogabilidade mais dinâmica na parte tática.

    A trama do jogo leva bastante tempo para engrenar e isso pode acabar sendo um problema para os impacientes, mas que mesmo assim vale a pena dar uma oportunidade para quem não conhece a franquia.

    VEREDITO

    Persona 3 Reload

    Persona 3 Reload, começa ano de 2024 com um dos melhores JRPG já lançados e mesmo sendo muito cedo para falar acredito que o jogo vai entrar na lista do GOTY 2024. Dito isso, P3R me tomou esses dias muitas horas de jogatina. Tudo isso graças ao excelente enredo e com seus personagens cativantes que prenderam minha atenção e que ainda assim são cheios de camadas com temas que assolam nossa sociedade até os dias atuais.

    A maneira que os lanços desses personagens vão se fortalecendo ao longo do jogo me proporcionaram a mesma experiência quando conhecendo o universo de Harry Potter. Seja pelo ambiente escolar ou mesmo pelos segredos que o mundo vai te apresentando aos poucos e tudo vai se desencadeando para uma trama maior.

    Todos esses elementos é que tornam a série Persona um excelente JRPG que vai além da fantasia e se aprofunda em questões fora do convencional. Além, de não se perder no enrendo principal e dando suma importância para personagens secundários que são tão bem construídos como seus amigos de escola.

    Enfim, Persona 3 Reload é um excelente exemplo de como refazer um remake com enredo profundo e divertido e sem perde o brilho do original e ainda se reinventar com uma jogabilidade excepcional.

    Nossa nota

    5,0 / 5,0

    Confira o trailer do game:

    Acompanhe as lives do Feededigno na Twitch

    Estamos na Twitch transmitindo gameplays semanais de jogos para os principais consoles e PC. Por lá, você confere conteúdos sobre lançamentos, jogos populares e games clássicos todas as semanas.

    Curte os conteúdos e lives do Feededigno? Então considere ser um sub na nossa Twitch sem pagar nada por isso. Clique aqui e saiba como.

    Artigos relacionados

    Confira os principais lançamentos de games de julho de 2024

    Julho é um mês com menos lançamentos, mas nem por isso, são lançamentos menos importantes. Confira todos os lançamentos do mês.

    EU CURTO JOGO VÉIO #18 | ‘Star Wars: The Force Unleashed’ é game de ação embebido no mais puro suco da franquia

    Star Wars: The Force Unleashed foi um dos pontos mais altos da geração do Xbox 360 e do PS3. Nele, controlamos Starkiller, conheça o game!

    CRÍTICA: ‘The Rogue Prince of Persia’ é divertido mergulho na franquia

    The Rogue Prince of Persia é um novo passo na franquia Prince of Persia. O game nos lança pela história do Príncipe enfrentando os hunos.

    EU CURTO JOGO VÉIO #17 | ‘Donkey Kong Country’ é um abraço carinhoso no coração

    Donkey Kong Country é um mergulho na nostalgia e no início de uma das mais brilhantes e divertidas IPs da Nintendo.