Início LIVROS Crítica CRÍTICA – Mulheres & Quadrinhos (2019, Skript)

CRÍTICA – Mulheres & Quadrinhos (2019, Skript)

CRÍTICA - Mulheres e Quadrinhos (2019, Skript)

Organizado por Dani Marino e Laluña Machado, Mulheres & Quadrinhos reúne mais de 100 mulheres, que são ilustradores, roteiristas, pesquisadoras, ou seja, profissionais que trabalham na área de quadrinhos.

Além de ter como objetivo mostrar diversos trabalhos, a obra com mais de 500 páginas e lançada pela editora Skript, tem como missão também desmistificar algumas ideias presentes no senso comum.

ANÁLISE

Mesmo com as marcantes produções do Maurício de Souza ou com a sincera Mafalda, que levanta questões políticas, a nona arte foi taxada como algo para criança e que não pode ser chamado de arte.

Dentro dessas ideias errôneas sobre HQs existem aquelas que perpetuam até hoje, como “isso não é coisa para mulher”, “as mulheres não costumam ler gibis”, “elas não trabalham com isso” ou “elas só fazem quadrinhos fofos e românticos” e muitos outros comentários daqueles que querem retirar a mulher deste espaço.

Por isso, Mulheres & Quadrinhos apresenta logo na introdução bem estruturada e didática que levanta esses tipos de conceitos, e destrincha utilizando dados e exemplos para provar que esse pensamento é totalmente contraditório com a realidade.

Se você também gosta de gibis e começou a ler por causa das histórias sobre a Turma da Mônica, vai se identificar com diversas convidadas, que contam da sua experiência quando criança.

Esses momentos em que elas relembram sobre seus primeiros contatos com esse mundo, é aquela gostosa sensação de nostalgia, onde logo, pude perceber o meu coração “quentinho” lembrando da primeira vez que minha mãe me levou na banca.

A habilidade que o livro tem de despertar sentimentos em quem lê é o ponto máximo. Com nostalgia, sensação de estar sendo representada, esperança, indignação e até aquele forte desejo de produzir algo na hora.

A importância com a diversidade é outro fator presente, já que as organizadoras convidaram mulheres trans, cis, não binárias, entre outras para participarem.

Claro, que com tantas profissionais, a composição é bastante rica em multiplicidade, carrega ilustrações com todos os tipos de traços e estilos.

Uma variedade incrível de pesquisas, que de forma bem sucinta nos apresenta de outro ângulo a realidade dos quadrinhos, das mulheres e da produção de HQs no Brasil.

Isso está presente também nos temas, trabalhos que falam sobre ancestralidade, autoestima, heroínas, contos de terror, entrevistas, como por exemplo com a neta de um dos criadores do Batman.

Há tantos projetos fantásticos, foi difícil escolher o meu favorito, mas como uma pessoa que ama quadrinhos e terror, a Lenda do Palhaço Coqueiro da Roberta Cirne, é o que mais me encantou. 

VEREDITO

Com tanta abundância, Mulheres & Quadrinhos é uma leitura fácil, conquista o leitor, mesmo com mais de quinhentas páginas “devorei” em poucos dias.

O título da editora Skript é daqueles trabalhos que faz você querer guardar com todo zelo do mundo em sua estante junto com seus livros favoritos.

A obra de organização de Dani Marino e Laluña Machado para este livro é um presente para quem guarda com carinho a lembrança do seu primeiro quadrinho.

Nossa nota
 

5,0 / 5,0

Editora: Skript

Autores: Várias

Páginas: 500

Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.