CRÍTICA – Atari Mania (2022, Atari)

    Lançado no dia 13 de outubro de 2022, Atari Mania presta uma homenagem aos clássicos jogos da mais longeva empresa de games. A Atari, aos que não conhecem, foi fundada em 27 de junho de 1972. Ela está comemorando seus 50 anos em grande estilo com vários eventos, lançamentos e anúncios neste ano.

    Atari Mania conta uma história enquanto te convida a passear por vários clássicos conhecidos e alguns diferentes do que os mais antigos se lembram. O game desenvolvido pela iLLOGIKA Studios está disponível para Nintendo Switch, Steam, Epic e Atari VCS.

    SINOPSE

    Atari Mania é uma coleção de microjogos retrô envolta em uma narrativa hilária de exploração e surpresa.

    Você joga como o Zelador do Atari Vault, o depósito dos jogos clássicos da Atari. Uma noite, um pixel morto aparece e, logo, tudo se solta!

    Os jogos clássicos de culto começam a se distorcer, sofrer mutações e se combinar em uma série de desafios cada vez mais loucos. Cabe a você lutar contra os pixels e outros vilões surpreendentes e restaurar a ordem no Vault!

    ANÁLISE DE ATARI MANIA

    Quem teve a oportunidade de em sua infância, ou até posteriormente, experimentar algum clássico da Atari, consegue perceber a diferença destes jogos para os atuais.

    Não considero aqui as diferenças em relação à capacidade de hardware, mas sim as diferenças conceituais. Não fossem os manuais de instrução, não existia indicativo algum sobre o que fazer ou para onde ir. Ao mesmo tempo que era difícil, a conquista estava presente em mínimas coisas.

    E Atari Mania traz este sentimento em muitos pontos, ainda que até tenha a bondade de, em alguns momentos, nos dar dicas de como seguir em frente.

    História

    Ter uma história é justamente o que traz uma cara diferente para os clássicos da Atari. Ainda que ela não seja muito robusta. Aqui você é o Zelador do depósito de jogos da Atari e deve cuidar para que todos os personagens se mantenham em seus jogos. Lembra muito a animação do Detona Ralph.

    Conheça Atari Mania, uma história que nos convida a passear por vários clássicos na busca por devolver a ordem ao depósito da Atari

    O trabalho de resolver a confusão que se criou no depósito é cheio de puzzles, e a experiência de jogar clássicos mixados e de maneiras inimagináveis são um diferencial bastante interessante.

    Gráficos

    Clássicos são clássicos. E em Atari Mania, uma homenagem a eles, como os clássicos, o jogo se parece. Com uma pixelart muito bonita, a iLLOGIKA Studios conseguiu dar nova vida as jogos que habitam a memória de muitos.

    Com cores mais vivas e animações bem construídas, o jogo se mantém fiel ao passado, trazendo ainda assim ares mais modernos e agradáveis. É quase como tirar a poeira do velho Atari 2600.

    Mecânicas

    É interessante a forma como as mecânicas tenham me causado estranheza, apesar de eu ter familiaridade com a maioria dos clássicos presentes em Atari Mania.

    Num primeiro momento, foi incômodo. Não era o que eu esperava. A dificuldade, em jogos como este costumava crescer mais por uma questão de desempenho dos hardwares e menos pelo level design. As fases costumavam ser sempre as mesmas e podíamos decorar movimentos para superar desafios. Podemos entender melhor assistindo GDLK, na Netflix.

    Em Atari Mania, eles modificaram em partes o conceito, mas mantiveram sua essência. A curva de dificuldade cresce drasticamente em muito pouco tempo de jogo.

    Cada boss, para ser derrotado, oferece uma série de minigames a serem batidos. O Zelador tem um número limitado de chances para chegar ao fim do desafio. Se você perder, volta ao início.

    A interação com os desafios é complexa e dificilmente conseguiremos superá-los de primeira. Mas este era o conceito dos arcades. Volte várias vezes até entender a forma de vencer. E Atari Mania faz isto muito bem.

    VEREDITO

    Atari Mania é um convite a reviver clássicos e conhecer novas formas de explorá-los. Ter a oportunidade de interagir com personagens que, na época, eram apenas pixels projetados é bastante divertido.

    Ainda que a história seja um tanto simples, ela serve bem para o propósito de instigar a explorar todos os desafios, oferecendo missões secundárias que fomentam a curiosidade.

    A dificuldade em algumas das séries de minigames é bastante elevada, me fazendo cogitar que, na verdade, os clássicos de Atari são os verdadeiros precursores espirituais do gênero soulslike.

    Atari Mania reúne diversos clássicos retrô e cria uma história única capaz de unir gerações de gamers

    Ainda que tenha sido lançado após o Dia das Crianças, Atari Mania é uma boa pedida para uma sessão de jogo em família, juntando gerações (de games e de gamers). Além disso, é uma boa pedida para os fãs dos clássicos.

    Nossa nota

    4,0 / 5,0

    Confira o trailer de Atari Mania:

    Acompanhe as lives do Feededigno na Twitch

    Estamos na Twitch transmitindo gameplays semanais de jogos para os principais consoles e PC. Por lá, você confere conteúdos sobre lançamentos, jogos populares e games clássicos todas as semanas.

    Curte os conteúdos e lives do Feededigno? Então considere ser um sub na nossa Twitch sem pagar nada por isso. Clique aqui e saiba como.

    Artigos relacionados

    EU CURTO JOGO VÉIO #13 | ‘Streets of Rage 2’ é um marco para o gênero de beat’em up!

    Streets of Rage 2 é considerado por muitos um dos melhores beat'em up de todos os tempos e precisa ser jogado!

    CRÍTICA: ‘Senua’s Saga: Hellblade 2’ entrega uma sequência linda e com uma experiência poderosa

    Senua's Saga: Hellblade 2 nos entre uma das mais potentes e surpreendentes sequências. Sendo ainda mais profundo e belo que o original.

    CRÍTICA: ‘Indika’ é um jogo diabolicamente interessante

    Indika é um game indie desenvolvido pela Odd Meter e publicado pela 11 bit Studios. O game nos leva por uma história diabolicamente interessante.

    Dicas e cuidados a ter em apostas online

    Apostar online pode ser uma forma divertida e emocionante de testar sua sorte e habilidades. No entanto, é importante ter alguns cuidados.