Início GAMES Artigo Red Dead Redemption 2: Primeiras impressões

Red Dead Redemption 2: Primeiras impressões

397
0
primeiras impressões de red dead redemption 2

O novo título da Rockstar Games é um fenômeno. Atualmente Red Dead Redemption 2 é o mais vendido no final de semana de estreia e é um fortíssimo candidato ao jogo do ano. 

PUBLICAÇÃO RELACIONADA: Red Dead Redemption 2: Game tem recorde de US $ 725 milhões no fim de semana de lançamento

O game que chegou na última sexta-feira (26) vem colecionando críticas positivas e notas máximas pela crítica especializada e segue arrebanhando uma legião de fãs em todas as plataformas.

Mesmo eu não sendo fã de jogos de velho oeste, não pude deixar passar a oportunidade de ter um jogo memorável que forneça uma experiência inesquecível. Então, resolvi apostar e ver se a Rockstar conseguiria me surpreender. Bom, o primeiro parágrafo desse texto é absolutamente merecido e o jogo é uma verdadeira obra-prima. Porém, tenho minhas observações.

HISTÓRIA

história de red dead redemption 2

Em Red Dead Redemption 2 seguimos Arthur Morgan e a gangue Van der Linde enquanto eles roubam e lutam pelo coração da América para sobreviver. Após um roubo na cidade de Blackwater, a gangue é forçada a fugir e, com os agentes federais e os melhores caçadores de recompensas da nação se aglomerando em seus calcanhares, enquanto divisões internas ameaça separar a gangue, deixando Arthur para fazer uma escolha entre seus próprios ideais e a lealdade à gangue que o criou.

Lendo de forma resumida é fácil entender a introdução da história, mas nas primeiras horas do game não é tão simples. O sotaque de “interior texano” clássico do gênero western é terrível de entender, é quase como um outro idioma e em uma realidade onde os grandes jogos possuem dublagem em português, Red Dead Redemption 2 falha em não ter investido na dublagem. É engraçado dizer que é uma falha, pois o sotaque original é perfeito. Mas a opção de áudio em português seria extremamente bem-vinda principalmente para os jogadores de Xbox One; já que neste console as legendas são pequenas e claras, diferente da legenda no PlayStation 4, que são grandes e amarelas.

Ainda na parte negativa – pelo menos nas primeiras horas de gameplay – é que os diálogos normalmente são realizados em meio a cavalgadas ou entre os muitos personagens da gangue de Dutch van der Linde o que dificulta ao jogador associar a voz ao respectivo personagem, que somado ao sotaque, torna-se complicadíssimo.

As primeiras horas do Capítulo 1 de Red Dead Redemption 2 introduz a história de forma “pouco satisfatória”. A falta da opção dublada, de uma boa legenda para o Xbox One e pouquíssimas cenas de diálogo com close nos personagens, fazem com que o jogador se sinta um estranho no meio de uma gangue onde seu personagem cresceu. 

MENUS

Para os acostumados com o primeiro game, mesmo que seja de 2010 pode ser que voltem a se acostumar rapidamente; mas para os iniciantes, o menu de acesso rápido pode ser um pouco confuso nas primeiras horas. E nesse item posso entrar no questionamento que sempre levanto aqui: “Por que diabos os bons jogos tem que ter letras miúdas?” (e eu nem preciso utilizar óculos – ainda não). Muitas descrições dos itens, dos menus e de missões são pequenas, e se você não estiver jogando em uma TV de “cento e cinquenta polegadas”, certamente terá que dar uma chegadinha pra frente para ler todas as informações que precisa.

JOGABILIDADE

Controlar seu personagem e sua montaria é simples e o game responde rápido aos comandos, porém os botões para decidir ações e escolher diálogos, parecem – pelo menos num primeiro momento – mudarem de acordo com as situações, o que pode fazer com que alguns gamers demorem para decorá-los, mas de qualquer for, isso não é um problema, já que as opções sempre aparecem na tela.

GRÁFICOS

Você pode estar pensando: “Como o Guto pode estar criticando o jogo que todos estão falando tão bem?“. Essas foram minhas primeiras impressões nas primeiras 4-5 horas de jogo. E foram esses poucos pequenos detalhes que me incomodaram, por outro lado, mesmo ainda não tendo acesso a todo o mapa – gigantesco – de Red Dead Redemption 2, é possível já nos primeiros MINUTOS se apaixonar pelo game. Os gráficos são IMPRESSIONANTES! O game é tão lindo visualmente que foi extremamente difícil escolher uma imagem para este item, já que todas são dignas de wallpaper.

Pela primeira vez em um game, temos um cavalo com um rabo com movimentos muito próximo do real (qualquer gamer que que passou horas cavalgando seja em Shadow of the Colossus, The Witcher, Assassin’s Creed, etc, certamente perceberá a diferença), sua montaria é por si só um espetáculo: músculos, movimentos das patas, orelha, cabeça, cauda e crina, tudo é muito próximo do real. Os cavalos até possuem testículos (que encolhem no frio!), pode parecer um detalhe engraçado ou pouco importante, mas mostra o nível de preocupação da desenvolvedora com os detalhes. E estou falando apenas da montaria! A Rockstar consegue em poucos minutos nos apresentar de forma avassaladora todo o potencial da nova geração através da natureza, dos personagens, da fauna e flora do jogo. E com um mapa tão enorme, a variedade é surreal. 

PUBLICAÇÃO RELACIONADA: Red Dead Redemption 2: Ecossistema terá mais de 200 espécies de animais

No início do jogo, você começa em um território de montanha, com muita neve. E é incrível ver o vento forte trazendo uma nevasca e não conseguir enxergar quase nada na tela (afinal seu personagem está passando em uma nevasca) e essa simples detalhe é incrível! Acredito que você já deve ter se deparado com diversos vídeos de gameplay, e até cogitei a possibilidade de colocar um aqui, porém qualquer um que fosse incluído ainda assim não seria o suficiente para definir o quão belo são os gráficos de Red Dead Redemption 2. A melhor forma de entender é vivendo essa experiência com um dos melhores games já feitos.

Agora a meta é desbravar o mapa e viver toda essa experiência incrível que a obra-prima da Rockstar Games nos proporcionou com Red Dead Redemption 2. O jogo está disponível para PlayStation 4 e Xbox One.

E aí, curtiu minhas primeiras impressões? Já está jogando o game? Em qual plataforma? Conte nos comentários suas experiências mais incríveis no game e vamos bater um papo!

Comentários