Início GAMES Cyberpunk 2077: Uma das gangues do game protegem profissionais do sexo

Cyberpunk 2077: Uma das gangues do game protegem profissionais do sexo

76
0
Cyberpunk 2077: Game não terá um sistema de moralidade

Tem algum tempo desde que ouvimos pela última vez alguma notícia significante da lore de Cyberpunk 2077, mas hoje a conta oficial do Twitter do game lançou um vídeo e uma nova informação acerca de uma das facções presentes no game, e é bem interessante.

De acordo com o tuíte, uma das novas facções do game, é chamada de The Mox: um grupo formado em 2076 após a morte de Elizabeth “Lizzie” Borden. Ela era a dona de um clube de strip e ex-prostituta que “tratava seus empregados de forma justa e os defendia de seus clientes perigosos e violentos” – e parece que seus seguidores começaram a fazer o mesmo após sua morte, já que a gangue alega “proteger os garotos e garotas que trabalham” de violências e quaisquer tipos de abuso.

Ainda não sabemos se essa proteção será mesmo genuína ou uma desculpa para vigiar mais de perto as pessoas.

De qualquer forma, parece que a facção tem uma história de fundo intrigante, e esperamos que o tópico seja tratado de forma cuidadosa no game. Pessoalmente, eu estou animado para descobrir o que aconteceu com a pobre Lizzie.

“Formada em 2076 após a morte de Elizabeth ‘Lizzie’ Borden, uma dona de um clube de strip e ex-prostituta que tratava seus empregados de forma justa e os defendia de clientes violentos, os Mox se referem a eles mesmos como ‘aqueles que protegem os homens e mulheres que trabalham’ da violência e abuso.”

Cyberpunk 2077, ia ser lançado originalmente esse mês – mas acabou sendo adiado para Setembro. Até lá, nós teremos que esperar um pouco, procurando games do mesmo gênero, cyberpunk, ou então podemos esperar o lançamento do artbook do game, que deve acontecer em Junho desse ano. E esperamos que a pandemia do Covid-19 não atrase ainda mais o lançamento do game da Cd Projekt Red.



Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.

Comentários