Homem-Aranha: 60 anos do Amigão da Vizinhança

    Em agosto, o personagem criado por Stan Lee e Steve Ditko completa 60 anos! E nada melhor que relembrar a trajetória de um dos heróis mais carismáticos da Marvel: o Homem-Aranha.

    Com a criação de muitas versões do herói, obviamente iremos falar do Peter Parker original; que chegou na editora em um período que as HQs precisavam de algo novo, que as renovasse, já que só mostravam heróis adultos e perfeitos, sem problemas pessoais.

    A ideia original de Lee e Ditko era um herói mais jovem e com problemas comuns, iguais aos dos leitores.

    Hoje, um dos produtos mais identificáveis da Marvel, o Homem-Aranha conquistou uma legião de fãs, tornou-se o herói mais querido da editora e influenciou muitas gerações; e continua influenciando!

    Basicamente esse artigo é uma carta de amor ao personagem que gosto desde de criança (hoje tenho 38 anos) e que meu sobrinho (de 3 anos) – que mal consegue fazer a posição dos dedos para lançar teias – também ama.

    A PRIMEIRA HQ

    Em 1962, o editor da Marvel Comics e escritor-chefe Stan Lee estava procurando uma nova ideia de super-herói. Ele decidiu criar o Homem-Aranha como um personagem com o qual os adolescentes pudessem se identificar, pois havia um recente aumento na demanda adolescente por quadrinhos; e com isso as editoras na época tentavam introduzir diversos “aprendizes de herói” na esperança conquistarem esse novo público.

    Lee foi supostamente inspirado pelo conceito do Homem-Aranha depois de observar uma aranha escalar uma parede. Stan Lee teve que convencer o editor Martin Goodman a apresentar o Homem-Aranha na última edição da série cancelada Amazing Adult Fantasy, que foi renomeada para Amazing Fantasy para essa edição.

    Stan Lee então se aproximou do lendário artista Jack Kirby para um design de personagem inicial. No entanto, Lee ficou insatisfeito com a tentativa de Kirby, pois o personagem acabou sendo muito heroico e o Homem-Aranha deveria ser um adolescente.

    Lee então se voltou para Steve Ditko, que desenvolveu o visual do personagem que se tornou icônico.

    Depois de Amazing Fantasy #15, o Homem-Aranha se tornou um dos primeiros personagens cujos problemas o fizeram ser mais real, pois as pessoas poderiam se relacionar mais com ele.

    PUBLICAÇÃO RELACIONADA | Conheça Peter Parker

    OS VILÕES

    Sexteto Sinistro: Conheça o grupo de vilões do Homem-Aranha

    O enorme número de vilões que o Amigão da Vizinhança já enfrentou – facilmente mais de mil personagens – abrange todo o Universo Marvel, mas o grupo de vilões que surgiram de suas páginas é tão extenso que pode ser comparado apenas ao grupo de vilões das HQs do Batman, herói da principal editora concorrente: a DC Comics.

    PUBLICAÇÃO RELACIONADA | Confira as 5 melhores histórias do Batman

    Com nomes memoráveis como Carnificina, Kraven, Morbius e Venom, a lista conta também com nomes menos famosos como El Muerto e Loxias Crown, consequentemente muitos deles se uniram formando também importantes grupos para a história do Homem-Aranha, como é o caso do Sexteto Sinistro.

    GRANDES ARCOS DO HOMEM-ARANHA

    Após 60 anos é fácil se perder nas muitas histórias do Cabeça de Teia. Poucos são os fãs que conseguiram acompanhar todas as sagas do herói e muito menos os que não se perderam.

    Logo, o objetivo aqui não é organizar cronologicamente, tampouco listar todas as sagas, mas mencionar algumas das mais importantes que pavimentaram o legado do Homem-Aranha até aqui.

    SAGA DOS CLONES

    As HQs Amazing Spider-Man #129 e #143 até 150 além de conter a estreia do anti-herói Justiceiro nos quadrinhos, contém também a famosa saga original do arco Saga dos Clones onde descobrimos que o vilão Chacal clonou tanto Peter Parker, quanto Gwen Stacy.

    Este arco é obrigatório para o entendimento da famosa Saga do Clone dos anos 90. A Mega Saga que durou anos é amada por muitos e odiada por outros, certamente divide opiniões até hoje.

    GUERRAS SECRETAS E O SIMBIONTE

    Embora não seja focado no Homem-Aranha, é aqui que o personagem tem o primeiro contato com o simbionte e seu uniforme se torna negro.

    Depois que o Beyonder transportou o Homem-Aranha junto com outros heróis e vilões para lutarem nas Guerras Secretas – uma batalha intergaláctica entre os maiores heróis e vilões do mundo -, o traje do Homem-Aranha foi seriamente danificado após alguns confrontos e ele precisava de um novo.

    Peter se deparou com uma estranha máquina que produzia uma substância negra que deslizou sobre ele e cobriu todo o seu corpo. Este novo traje preto e branco, substituiu seu traje antigo. Uma vez que os heróis venceram a batalha, todos foram transportados de volta para a Terra e Peter continuou vestindo o traje porque aumentava sua força, velocidade e agilidade. Mas, começou a sentir estranhos sinais de fadiga e ficou ainda mais preocupado quando descobriu que o traje produzia teias orgânicas.

    Reed Richards, que lhe disse que na verdade o uniforme era um simbionte alienígena vivo, que só pode sobreviver ligando-se a um hospedeiro e drenando sua força vital e usou um emissor sônico para separar Peter do traje. Admiranda com o design do traje preto, a então namorada do Homem-Aranha e parceira de combate ao crime, a Gata Negra, fez uma versão de pano do traje preto que ele começaria a usar por um tempo.

    O simbionte voltou para Peter Parker e tentou se relacionar permanentemente com ele, mas Peter usou os sons de um sino de igreja para aparentemente destruir o traje. Ele sobreviveu e encontrou um hospedeiro em Eddie Brock para se tornar um dos inimigos mais mortais e recorrentes do Homem-Aranha, o Venom.

    A ÚLTIMA CAÇADA DE KRAVEN

    Um dos maiores clássicos da Marvel e história imperdível do Homem-Aranha. Aqui, Kraven retorna para enfrentar de uma vez por todas sua presa mais odiada, o Homem-Aranha.

    A vida de Peter Parker não ficou mais fácil depois de seu casamento. Assim que voltou de sua lua de mel, ele foi atacado por Kraven, o Caçador, em um dos eventos mais traumatizantes na vida de Peter e Mary Jane. Kraven estava procurando recuperar a honra que sua família havia perdido e, para isso, ele deve provar sua superioridade sobre seu maior inimigo.

    Depois de emboscar o Amigão da Vizinhança, Kraven atirou em na cabeça de Peter com um rifle e o enterrou em seu terreno. Posteriormente, Kraven vestiu um traje preto do Homem-Aranha e se tornou um vigilante impiedoso. Ele até derrotou Rattus, um vilão que o Homem-Aranha não poderia derrotar sozinho.

    Depois de duas semanas, foi revelado que o Homem-Aranha não estava realmente morto e Kraven atirou nele com um tranquilizante. Peter finalmente chegou à propriedade de Kraven e espancou brutalmente o caçador; mas Kraven não se preocupou, pois provou sua superioridade sobre seu inimigo.

    O Cabeça de Teia possui diversas sagas icônicas, algumas que englobaram todo o universo Marvel; além das citadas anteriormente, temos também:

    • Crise de Identidade;
    • Carnificina Total;
    • Guerra Civil;
    • Um Dia a Mais;
    • A Ilha das Aranhas;
    • Homem-Aranha Superior;

    Entre outras.

    O ARANHAVERSO

    Definitivamente esta é a saga que mudou o mundo (ou os mundos) do Homem-Aranha para sempre. Um dos inimigos mais mortais que o Cabeça de Teia já enfrentou está de volta; mas ele não está sozinho. Os Herdeiros, a família de Morlun, estão avançando pelo multiverso e se alimentando da força vital de super-humanos com poderes aracnídeos – e eles não vão parar até consumirem cada ser-aranha que existe!

    Nenhum herói solitário tem chance de sobreviver; a única esperança dos aracnídeos – sejam eles Espetaculares, Ultimate, Superiores, 2099, 1602 ou até mesmo cartoons – é se unir!

    Enquanto se ajustava ao seu novo status quo, especialmente sua posição como CEO de sua própria empresa, Peter Parker soube da existência de Cindy Moon, uma segunda pessoa que foi mordida pela mesma aranha radioativa que concedeu a Peter seus poderes. O Homem-Aranha a localizou e a libertou de um bunker de propriedade do falecido Ezekiel Simms, onde Cindy passou mais de uma década em confinamento voluntário logo após obter seus poderes, a fim de evitar chamar a atenção.

    Não muito tempo depois de resgatar Cindy, que passou a adotar sua própria identidade super-heroica como Silk, o Homem-Aranha foi abordado por um contingente de pessoas-aranha de todo o Multiverso que se uniram para lutar contra Os Herdeiros, que começaram a caçá-los em outras realidades. Durante uma missão para reunir mais recrutas em 2099 d.C., o Exército-Aranha tropeçou em outro grupo de pessoas-aranha lideradas por Otto Octavius, ou melhor, uma versão dele do passado recente que havia sido arrancada do tempo.

    O Exército-Aranha combinado foi forçado a recuar para a Terra-3145 depois que sua zona segura na Terra-13 foi comprometida pelos Herdeiros, ou seja, Morlun, seu irmão Jennix e seu pai e líder dos Herdeiros, Solus. Com a ajuda da Mulher-Aranha, que já havia se infiltrado na base dos Herdeiros na Terra-001, o Exército-Aranha soube de uma profecia na qual os Herdeiros planejavam sacrificar três aranhas-chave: o Outro, a Noiva e o Scion. Esses indivíduos eram Kaine Parker, Cindy Moon e Benjy Parker, respectivamente.

    Com a ajuda de ainda mais recrutas de outras realidades e até mesmo um Herdeiro desertor chamado Karn, o Exército-Aranha, incluindo uma versão de Gwen Stacy com poderes de aranha conhecido como Spider-Gwen, lançou um ataque final na casa dos Herdeiros da Terra-001; o ritual foi interrompido e os Herdeiros foram exilados sem meios de voltar para casa no deserto radioativo que se tornou o mundo da Terra-3145.

    Sem mais problemas para enfrentar, o Homem-Aranha e o resto dos aracnídeos foram enviados de volta para casa.

    PUBLICAÇÕES RELACIONADAS:

    Conheça Miguel O’Hara, o Homem-Aranha 2099

    Conheça Miles Morales, o segundo Homem-Aranha

    UM HERÓI MULTIMÍDIA

    Em seus 60 anos o Amigão da Vizinhança já foi adaptado para várias mídias como livros, videogames, teatro, televisão e cinema.

    Nos games, o primeiro título foi lançado em 1982 para Atari 2600 e Odyssey 2 e hoje já conta com mais de 20 títulos próprios, incluindo Marvel’s Spider-Man (PlayStation 4) e dezenas de participações em outros jogos.

    Já no teatro, a primeira adaptação do personagem foi com Spider-Man Live! – A Stunt Spectacular, lançada em 2002, nos EUA. O show combina efeitos visuais de última geração, ilusões de ótica, acrobacias, malabarismo em trapézios, pirotecnia e multimídia.

    Na TV, a primeira aparição de Homem-Aranha para foi em sua série animada, Spider-Man que foi ao ar entre 1967 e 1970. Com diversas animações, o Amigão da Vizinhança estrelou as inesquecíveis:

    • Homem-Aranha e seus Incríveis Amigos (1981);
    • Homem-Aranha: A Série Animada (1994);
    • O Espetacular Homem-Aranha (2008);
    • Ultimate Homem-Aranha (2012);

    Entre outras.

    No cinema, os direitos de adaptação do Homem-Aranha pertencem à Sony Pictures Entertainment, divisão do conglomerado Sony encabeçada pelo estúdio Columbia Pictures, que as adquiriu da Metro-Goldwyn-Mayer no fim dos anos 90.

    Então o Amigão da Vizinhança foi adaptado para a tela grande em três filmes dirigidos por Sam Raimi e protagonizados por Tobey Maguire que formam a Primeira Trilogia do Homem-Aranha (2002, 2004 e 2007); com a ameaça dos direitos do personagem reverterem para a Marvel, que já tinha criado a divisão de cinema Marvel Studios para fazer as próprias adaptações, e Raimi não conseguido colocar um quarto filme em produção a tempo, em 2010 a Sony cancelou o projeto e anunciou um novo filme recontando as origens do herói; dirigido por Marc Webb e estrelando Andrew Garfield, surgiu o Reboot O Espetacular Homem-Aranha (2012 e 2014).

    Em 2015, a Sony decidiu firmar um acordo com a Marvel Studios para introduzir o Homem-Aranha no Universo Marvel Cinematográfico. Interpretado por Tom Holland, o herói teve sua primeira aparição em Capitão América: Guerra Civil (2016), além de ser um dos heróis em Vingadores: Guerra Infinita (2018) e Vingadores: Ultimato (2019).

    O Cabeça de Teia do UCM também ganhou uma trilogia de filmes próprios dirigida por Jon Watts (2017, 2019 e 2021).

    PUBLICAÇÃO RELACIONADA | Homem-Aranha: Ranking de filmes do Teioso

    Obviamente, o personagem vai muito além do multimídia, sendo um dos maiores merchandising da Marvel, rendendo grandes lucros em vendas de vão desde roupas, acessórios, brinquedos e muitos outros produtos para todas as idades.

    LEIA TAMBÉM:

    OPINIÃO | Por que amamos tanto o Homem-Aranha?

    Inscreva-se no YouTube do Feededigno

    Assista às nossas análises de filmes, séries, games e livros em nosso canal no YouTubeClique aqui e inscreva-se para acompanhar todas as semanas nossos conteúdos também por lá!

    Artigos relacionados

    Ícones do Big Brother Brasil: Celebrando os vencedores excepcionais

    Enquanto esperamos para saber quem será o novo vencedor do reality show, vamos relembrar os vencedores mais marcantes do Big Brother Brasil!

    Do Magnavox Odyssey ao Xbox Series X: Conheça a história do videogame

    Você é fã de games? Então confira a evolução dos videogames na linha do tempo com os principais consoles já lançados até hoje!

    X-23: 5 HQs essenciais para conhecer a personagem

    No vasto universo dos quadrinhos da Marvel, poucos personagens cativarem os leitores tanto quanto X-23. Veja as melhores HQs da personagem!

    5 vilões que dominaram os quadrinhos nos anos 90

    Cada um desses vilões, com suas histórias específicas nos anos 90, contribuiu para a evolução narrativa dos quadrinhos. Saiba quem são eles!