Início SÉRIE Artigo Falcão e o Soldado Invernal: Veja os easter eggs da série

Falcão e o Soldado Invernal: Veja os easter eggs da série

Tudo sobre Falcão e o Soldado Invernal, série original do Disney+

Falcão e o Soldado Invernal é a nova série da Disney+ e está cheia de easter eggs da Marvel Comics a.k.a. Casa das Ideias nos quadrinhos e filmes.

Confira agora a nossa lista que será atualizada a cada novo episódio.

S1E1 – UMA NOVA ORDEM MUNDIAL 

UM NOVO FALCÃO?

Joaquín Torres (Danny Ramírez) é apresentado para nós já no primeiro episódio do seriado da Marvel. O personagem ajudou Sam Wilson/Falcão (Anthony Mackie) na missão realizada no Oriente Médio.

Nas HQs, Torres é uma das cobaias de Karl Malus, um cientista louco que já foi um dos vilões da segunda temporada de Jessica Jones na Netflix. Malus faz experimentos em Joaquín Torres que acaba ganhando asas parecidas com as de Sam. Na época, Sam era o Capitão América e passa seu manto de Falcão ao seu novo parceiro. Será que teremos uma nova passagem de bastão?

VELHOS ROSTOS DE VOLTA

Se por um lado novos rostos são apresentados, outros velhos conhecidos estão de volta por outro.

O primeiro grande adversário de Sam em Falcão e o Soldado Invernal foi Batroc (Georges St. Pierre), um pirata que já teve um embate com Steve Rogers (Chris Evans) em Capitão América 2: O Soldado Invernal.

O antagonista sequestrou um dos membros de alta patente da Força Aérea e o nosso herói Falcão teve de enfrentar o vilão em uma cena incrível de perseguição e combate corpo a corpo.

JAMES RHODES E OS VINGADORES

Outro velho conhecido das telonas também deu as caras no seriado. Se trata de James Rhodes (Don Cheadle), o Máquina de Combate, membro dos Vingadores.

Ele apareceu na cerimônia de entrega do escudo do Capitão América e deu conselhos ao Falcão sobre a importância do símbolo do Sentinela da Liberdade para o mundo.

No primeiro episódio também temos referências a Tony Stark (Robert Downey Jr.), o nosso eterno Homem de Ferro, que deu sua vida na batalha contra Thanos em Vingadores: Ultimato. Algumas referências a forma de se sustentar financeiramente também foram citadas, pois nos quadrinhos Tony é o homem do dinheiro dos Heróis Mais Poderosos da Terra.

A LISTA DE BUCKY BARNES

Bucky Barnes (Sebastian Stan), o Soldado Invernal, tem uma listinha de inimigos para apagar e/ou prejudicar depois de ajudá-los quando estava sendo controlado pela Hydra.

Alguns nomes chamam a atenção, uma vez que são bem famosos dentro do universo Marvel. Temos Helmut Zemo, o Barão Zemo, interpretado por Daniel Brühl, um dos antagonistas da série. Aparecem também nomes como Andrei Rostov, conhecido como o Bárbaro Vermelho, homem responsável por manter Bucky em cárcere, PW Hauser, fazendo referência possivelmente a Wilhelm Hauser, rival nazista de Nick Fury, C. Kusnetsov, um cientista que criou robôs sintozoides para a URSS, além de diversos quadrinistas responsáveis por histórias do Falcão, Capitão América e o Agente Americano.

APÁTRIDAS E UM NOVO MUNDO FORMADO POR SUPER SOLDADOS

O mundo mudou e Falcão e o Soldado Invernal abordou isso em seu episódio de estreia. O blip fez a sociedade sentir muita dor e desespero, entretanto, um grupo se beneficiou do acontecimento, tentando criar um lugar sem bandeiras e fronteiras com uma ideologia anarquista.

O tal grupo se denomina Apátridas e seu líder nas HQs é Karl Morgenthau, que na série será uma jovem chamada Karli Morgenthau (Erin Kellyman). A personagem é uma terrorista que aparentemente possui o soro do super soldado, assim como diversos membros do grupo.

WAKANDA PARA SEMPRE E A VIDA DURA DE BUCKY BARNES

Bucky é um ex-veterano de guerra sempre em combate consigo mesmo. Ele dorme no chão, uma referência direta ao diálogo entre Sam Wilson e Steve Rogers no segundo filme do Capitão América no qual os dois dizem que não conseguem mais dormir em suas camas por estarem acostumados a viver em condições ruins do campo de batalha, algo que Bucky também não consegue.

Além disso, o Soldado Invernal lembra dos bons tempos de calmaria em Wakanda, terra do Pantera Negra (Chadwick Boseman), onde ficou exilado após os eventos de Capitão América: Guerra Civil.

A BASE LUNAR DE STEVE ROGERS

Em certo momento do primeiro episódio, Joaquín Torres pergunta para o Falcão se Steve Rogers está vivo em uma base lunar. A pergunta bem-humorada é capciosa, pois os Inumanos têm uma base na Lua nas HQs. Quem sabe alguma referência interessante no futuro possa sair da série?

UM NOVO CAPITÃO AMÉRICA

No final do episódio vemos que o governo não queria que o mundo ficasse sem um Capitão América. Sendo assim, John Walker (Wyatt Russell) foi recrutado para receber o escudo e honrar o símbolo que já pertenceu a Steve Rogers.

Walker deve se tornar o Agente Americano, um anti-herói violento que tenta manter o estilo de vida americano na base da força bruta.

REFERÊNCIAS EM TODA A PARTE NOS CRÉDITOS

Falcão e o Soldado Invernal

Nos créditos de Falcão e o Soldado Invernal vemos diversas referências, assim como foi feito em WandaVision.

São creditados os criadores de diversos personagens como Stan Lee e Gene Colan (Falcão), Joe Simon e Jack Kirby (Bucky Barnes e Capitão América), e Ed Brubaker e Steve Epting (Soldado Invernal).

Há também o reconhecimento de Mark Gruenwald e Paul Neary, criadores do Agente Americano e do Apátrida, Nick Spencer e Daniel Acuña, que escreveram a fase em que Sam Wilson foi Capitão América e a primeira aparição de Joaquín Torres, e outros nomes como Bob Layton, Tom Morgan, David Michelinie e John Byrne.

Além disso, vemos também uma pichação com a seringa do soro do super soldado em um frame dos créditos.


S1E2 – O HERÓI AMERICANO

ESTRELA NEGRA

Parece que não só o “novo Capitão América” vai incomodar a dupla principal em Falcão e o Soldado Invernal. Além de John Walker, o segundo episódio trouxe também o parceiro dele, Estrela Negra (Battlestar no original). Lemar Hoskins (Clé Bennett) é quem veste o manto do novo herói, assim como nos quadrinhos, sendo ele um veterano do exército voluntário com seu amigo.

Pra piorar, os quadrinhos contam que Lemar e Walker compram seus poderes junto ao vilão Mercador do Poder, trabalhando em conjunto para construir a imagem de heróis. Antes de seus poderes, eles ensaiavam cenas para promover o Super Patriota, onde John Walker atuava como o herói. Já Lemar interpretava os vilões que ele derrotava.

Assim como na série, John Walker assumiu o posto de Capitão América a mando do governo e escolheu Lemar Hoskins – que assumiu a identidade Estrela Negra – como parceiro.

DOUTOR ESTRANHO E O HOBBIT

De forma bem-humorada temos uma referência direta à diversos personagens do Universo Cinematográfico Marvel e outros de universos paralelos. 

Em um diálogo entre Sam e Bucky, os dois conversam sobre os tipos de ameaças que são enfrentadas pelos Vingadores normalmente. Elas são divididas em três categorias: aliens, robôs e magos. Então Bucky questiona sobre o tipo de mago, utilizando Gandalf como exemplo, Sam rebate que o Doutor Estranho é o tipo de mago e pergunta para o Soldado Invernal de onde ele conhece o mago de O Hobbit, Bucky responde que leu o livro no ano de lançamento em 1937.

PARAQUEDAS? PARA QUÊ?

capitão america

Na primeira missão da dupla, Sam e Bucky vão pular de um avião. O Soldado Invernal pergunta para Joaquín Torres onde estão os paraquedas e o amigo de Sam diz que não há paraquedas ali, Bucky pula do avião e cai todo errado no chão, bem diferente de Steve Rogers em Capitão América: O Soldado Invernal, filme que foi a referência da divertida cena.

LOBO BRANCO

Em mais um dos diálogos da série, Falcão pergunta de forma irônica se o Soldado Invernal é o “Pantera Branca” depois de viver em Wakanda. Bucky então corrige Sam e diz que ele era chamado de Lobo Branco, um personagem das histórias de Pantera Negra e que foi modificado para o UCM.

ISAIAH BRADLEY

Surpreendendo à todos, o segundo episódio trouxe à história Isaiah Bradley (Carl Lumbly), um herói americano que recebeu o soro do super soldado logo após o desaparecimento do Capitão em 1950. Ele foi o primeiro homem a vestir o manto de Capitão América após Steve Rogers. O personagem foi um dos 300 homens negros usados como cobaia para recriar o soro do super soldado.

Nesse interim, ao ser o único sobrevivente, ele roubou o uniforme e o escudo do Capitão e liderou missões contra os nazistas sob o manto do herói. Depois de capturado, foi preso por traição e roubo, condenado à prisão perpétua, sendo perdoado após 17 anos de cárcere. Posteriormente, ele foi simplesmente relegado ao esquecimento ao longo da história.

MERCADOR DO PODER?

No meio do episódio podemos ver os Apátridas sofrendo ameaças de alguém. Não fica claro se uma pessoa ou organização. Ao final do episódio vários carros pretos tentam emboscar o grupo antes de o avião alçar voo. Nesse momento, um dos Apátridas cita a alcunha do conhecido vilão dos quadrinhos, Mercador do Poder.

Mercador do Poder é como Curtiss Jackson é conhecido. O vilão já foi mencionado neste artigo, já que o criminoso é responsável por dar o soro do super soldado à John Walker e Lemar Hoskins. Ainda não está claro se o mesmo ocorrerá na série, mas as cartas estão postas.

ELI BRADLEY

A poderosa cena de Isaiah Bradley não só apresentou este grande personagem como também abriu espaço para o surgimento de um novo personagem. Isaiah, segundo os quadrinhos, após a prisão tentou reerguer sua vida e constituiu uma família.

Dentro de sua família temos a história de Elijah, seu neto. O arco de Elijah Bradley no quadrinhos trabalha o fato dele ter herdado o soro de super soldado de seu avô, eventualmente até mesmo assumindo a figura de Capitão América dos Jovens Vingadores.

Na cena de Isaiah Bradley, o jovem que abre a porta da casa não tem seu nome citado, no entanto, os créditos revelam que o ator Elijah Richardson interpreta um personagem chamado “Eli Bradley”. Será que teremos o Patriota e o surgimento, realmente, dos Jovens Vingadores no Universo Cinematográfico Marvel?

REFERÊNCIAS À WANDAVISION?

WandaVision: 6 perguntas que a série do Disney+ precisa responderMesmo que ambientadas nos EUA, ambas as séries não possuem muitas conexões. Parece até que os acontecimentos de Wanda acontecem em um universo diferente ao da nova jornada de Sam e Bucky. No entanto, fã que é fã encontra easter-egg em qualquer lugar.

Na cena de luta sobre os caminhões, entre Sam, Bucky, Walker, Lemar e os Apátridas, conseguimos ver tanto uma grande cena de ação quanto o sutil easter-egg com referência à série da Feiticeira Escarlate e Visão.

Se reparar bem, uma das placas dos caminhões que aparece algumas vezes traz os mesmos números da placa do carro que Wanda dirige na série dela.


S1E3 – MERCADOR DO PODER

MADRIPOOR

No terceiro episódio de Falcão e o Soldado Invernal, a nossa dupla dinâmica vai parar em Madripoor junto com Barão Zemo. Para quem não conhece a cidade, Madripoor foi um dos lares de Wolverine em suas histórias solo, pois o local é extremamente perigoso e o lar do submundo, algo que o mutante adora.

O mutante era conhecido como Caolho e fez muitas missões como um mercenário. Lá também temos a confirmação do Mercador do Poder como um dos possíveis personagens da série, já que no segundo episódio haviam referências à sua aparição.

TIGRE SORRIDENTE

Em Madripoor, Sam teve que utilizar a alcunha “Tigre Sorridente” algo que despertou a atenção dos fãs mais ávidos dos quadrinhos dos Novos Guerreiros

O Tigre Sorridente foi um dos vilões do grupo, tendo uma origem controversa por se tratar de apenas um golpista de araque que foi capturado pelo Caveira Vermelha

O traje utilizado por Sam é igual ao arco do personagem em 1975, porém, ele tem como principal característica o seu rosto desfigurado.

SHARON CARTER E O QUE OCORREU PÓS-GUERRA CIVIL

Sharon Carter é uma das principais personagens do terceiro episódio da série. Aqui descobrimos que após os eventos de Capitão América: Guerra Civil, a heroína teve que fugir e apagar seus rastros, sofrendo muito no caminho e vivendo como uma criminosa em Madripoor.

WILFRED NAGEL

O cientistas aparece aqui como um dos recriadores do soro do super soldado depois de ter contato com o sangue de Isaiah Bradley. Nos quadrinhos, Nagel foi responsável por utilizar 300 soldados negros como cobaias em um projeto nefasto da Hydra, sendo diretamente responsável pelo sofrimento de Isaiah.

S1E4 – O MUNDO ESTÁ VENDO

DORAS MILAJE VS BUCKY E ZEMO

A relação das Doras Milaje com Bucky e Zemo existem desde os eventos de Capitão América: Guerra Civil, uma vez que o Soldado Invernal teve uma passagem pela nação africana e Zemo foi responsável pela morte de T’Chaka, rei wakandano e pai de T’Challa.

O SORO REVELA O CARÁTER 

Em dado momento, John e Lemar conversam sobre o que fariam com os poderes dos super soldados. O novo Capitão América injeta o composto em seu corpo e acaba matando um dos membros dos Apátridas brutalmente com o escudo, mostrando sua verdadeira identidade cruel. A cena, inclusive, remete muito à batalha de Tony vs Steve e Bucky no final do terceiro filme do Sentinela da Liberdade em que o Capitão está em cima do Homem de Ferro e usa seu escudo para destruir o reator no peito de Stark.

Em Capitão América: O Primeiro Vingador, o Dr. Erskine (Stanley Tucci) fala para Steve Rogers que o soro do Super Soldado mostra as características mais latentes da personalidade de seu usuário, ou seja, quem tem um bom coração, melhora suas habilidades humanas, como Steve fez. Já Walker trouxe à tona apenas seus traços mais violentos fascistas.

KARLI E OS APÁTRIDAS

A líder dos Apátridas perdeu um ente querido, assim como sua versão quadrinesca, que tem o seu pai morto após ser pisoteado na ONU.

Na série, Karli perde Donya Madani (Veronica Falcon), uma mulher que ajudava os refugiados que foram isolados pelos países após o blip. Sua motivação é nobre, mas sua forma de lidar com as questões das quais odeia são questionáveis.

EL CHAPO

Barão Zemo consegue escapar de Sam, Bucky, as Dora Milajes, Estrela Negra e Agente Americano fugindo por uma passagem secreta no quarto em que estava hospedado com a dupla de protagonistas da série.

Sam solta a frase “ele deu uma El Chapo?“, um dos bandidos mais conhecidos do mundo que em 2015 fugiu da prisão da mesma forma, criando um easter egg bem cômico.

S1E5 – VERDADE

PODE FICAR…

Joaquín Torres: Conheça o segundo Falcão

Após a violenta batalha contra John Walker, Sam acaba perdendo as suas asas. 

Joaquín olha para o pacote com as asas ali e pergunta para Sam o que ele vai fazer com elas, já que agora não há mais utilidade para elas. Sam diz ao seu amigo “pode ficar com elas”, algo muito parecido com o que Steve Rogers diz a Tony Stark quando o Homem de Ferro pede o escudo de volta após os dois lutarem em Guerra Civil.

ASSIM COMO STEVE? ACHO QUE NÃO…

Em um dos melhores momentos do quinto episódio, Isaiah conta que, assim como Steve, foi atrás de seu pelotão que havia sido capturado em batalha.

Entretanto, o final foi bastante diferente, pois diferente de Rogers que foi recebido como um grande herói, Isaiah foi preso e teve seus amigos executados por seus aliados. Uma história extremamente pesada e racista por parte do governo dos Estados Unidos.

O MEMORIAL DE SOKOVIA

O Barão Zemo foge no episódio quatro e vai para Sokovia, sua terra natal. Lá, Bucky o encontra no Memorial de Sokovia, um local que serve para prestar homenagem aos mortos na batlha dos Vingadores contra o androide Ultron. Zemo acaba preso pelas Dora Milaje por conta de seus crimes contra a nação wakandana.

MADAME HYDRA

Diferentemente de WandaVision, onde Paul Bettany havia prometido uma participação especial de um grande ator, Falcão e o Soldado Invernal mostrou Julia Louis-Dreyfus no papel de Madame Hydra.

A vilã conversa com John Waker após seu julgamento, plantando a última semente para que ele se torne o Agente Americano de vez. Confira nosso artigo sobre ela clicando aqui.

O TRAJE DE SAM

Ao final do episódio, Bucky entrega uma mala para Sam que veio direto de Wakanda. 

O Falcão abre a maleta e não sabemos o que é, entretanto, os indícios apontam para o novo traje de Sam como Capitão América, assim como nos quadrinhos.

No episódio, Sam perde as asas de seu traje, deixando-o inutilizável. Agora, acreditamos que o tão esperado momento chegue no último episódio, onde Sam use a roupa do Capitão América com suas asas.

O AGENTE AMERICANO

Agente Americano

Na cena pós-créditos, John Walker está forjando um novo escudo, já que o original está nas mãos de Sam Wilson.

Os indícios levam a crer que agora ele será, de fato, o Agente Americano, anti-herói sangrento dos quadrinhos do MCU. O que nos leva ao último easter egg/teoria do episódio…

THUNDERBOLTS?

Será que vem aí os Thunderbolts? Tivemos diversos vilões apresentados e há uma certa conexão em Falcão e o Soldado Invernal.

Liderados pelo Barão Zemo, os Thunderbolts são um grupo de vilões que fazem missões para os dois lados da moeda. É bem provável que Barão Zemo, Madame Hydra, Agente Americano, Apátrida e até mesmo o Sargento Ross como o Hulk Vermelho integrem a equipe. Vamos esperar para ver o que vai acontecer, mas é bem provável que os Thunderbolts saiam do papel.


Falcão e o Soldado Invernal terá seis episódios e todos eles terão crítica no nosso site e no canal do YouTube. Se inscreva clicando aqui e acompanhe também nossa página especial do serie da Disney+.

Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.

Artigo anteriorCRÍTICA – Pumpkin Jack (2020, Nicolas Meyssonier)
Próximo artigoCRÍTICA – Os Irregulares de Baker Street (1ª temporada, 2021, Netflix)
Relações-públicas, gremista, nerd, escorpiano e palestrinha. Parece futebolista, pois só vive descendo a lenha. DC é melhor que Marvel, todavia, amamos as duas.