Início FILMES Crítica #52filmsbywomen 41 – Across The Universe (2007, Julie Taymor)

#52filmsbywomen 41 – Across The Universe (2007, Julie Taymor)

90
0
#52filmsbywomen 41 - Across The Universe (2007, Julie Taymor)

The Beatles é a maior banda de todos os tempos. Qualquer pessoa que pense em contrariar essa frase deve repensar com cuidado seus conhecimentos de vida, pois não há banda que tenha influenciado tantas gerações como o quarteto de Liverpool. Conhecendo o poder de suas músicas – e de seu público – a diretora Julie Taymor (de Frida, 2002) abraça o poder das referências na construção do musical Across The Universe.

PUBLICAÇÃO RELACIONADA | 52filmsbywomen #23 – Frida (2002, Julie Taymor)

Tendo como premissa contar a história de amor entre Jude (Jim Sturgess) e Lucy (Evan Rachel Wood), personagens existentes nas letras das músicas Hey, Jude e Lucy In The Sky With Diamonds, a diretora constrói sua narrativa nos embalos dos milhares de hits top 40 do quarteto – a maioria top 10 porque, afinal, estamos falando de Beatles.

Com o roteiro situado durante os anos 60, em Across The Universe acompanhamos as histórias dos protagonistas Jude e Lucy e seus amigos Max (Joe Anderson), Sadie (Dana Fuchs em uma referência clara à Janis Joplin), Jo-jo (Martin Luther em referência à Jimmy Hendrix) e Prudence (T.V. Carpio). Cada apresentação é acompanhada por alguma música dos Beatles, explicando como todos esses personagens acabam por se encontrar – e se tornar amigos.

Aqui o mais interessante está mesmo na forma como Taymor utiliza as letras das canções para nos guiar pelos acontecimentos de Across The Universe. Quando conhecemos Jude, sabemos que ele está de partida de sua terra natal (Liverpool) para os EUA em busca de conhecer seu pai. Jude possui uma namorada e, durante esse arco, somos embalados por All My Loving durante a sua despedida. Ao mesmo tempo, Lucy (na época uma não tão conhecida Evan Rachel Wood), se despede de seu amado – que está a caminho da guerra.

Há também um cuidado de Julie Taymor quanto ao período em que cada música foi composta/lançada. Uma das partes mais interessantes do filme – que possui a participação do músico Bono Vox (U2) – retrata o descobrimento das drogas/substâncias alucinógenas, remetendo à época do The Magical Mistery Tour. É uma construção interessante, pois consegue criar uma narrativa própria utilizando as canções como base, mas, também, consegue fazer uma homenagem ao quarteto mais amado do mundo.

Apesar do foco da história estar em Jude e Lucy, os personagens secundários possuem espaço para desenvolvimento. Max, Sadie e Jo-jo brilham. E como brilham! O elenco do filme é ótimo – destaque vocal para Dana e Martin -, conseguindo criar novas versões dos clássicos dos Beatles, sem comprometer o resultado final. Para o fã mais fervoroso – e ciumento – não há motivo para chateações: há uma grande preocupação em adaptar as músicas da melhor forma possível, mantendo seu instrumental e sem modificar sua essência.

Um exemplo disso está na música I Want You (She’s So Heavy). Across The Universe possui uma das cenas mais legais de análise e interpretação desta música, buscando encaixá-la no contexto da história. Com 8 minutos de duração (e apenas 3 frases), a música originalmente teve como inspiração o relacionamento entre Yoko e John Lennon. No filme, por sua vez, ela é utilizada para retratar o recrutamento para a guerra:

Across The Universe é uma boa produção de entretenimento, com uma história simples, leve e divertida. Seu ponto alto está mesmo na trilha sonora e em seu elenco – que entregam ótimos momentos. Mesmo sendo um filme de 2007, a produção consegue permanecer bem atual, assim como todo o catálogo de músicas do quarteto de Liverpool.  É fácil ficar inebriado pela trilha sonora e deixar um pouco de lado os problemas em alguns momentos do filme – assim como acontece em Bohemian Rhapsody.

PUBLICAÇÃO RELACIONADA | CRÍTICA – Bohemian Rhapsody (2018, Bryan Singer)

E aí, o que achou da nossa 41ª indicação da campanha 52 Films By Women? Confira também nossas indicações anteriores e caso tenha algum filme que gostaria de ver na nossa campanha, compartilhe conosco nos comentários.

Comentários